REVISTA TAE - Cesan entrega 1ª etapa do sistema de esgoto e assina início da 2ª etapa em Marechal Floriano

Esta notícia já foi visualizada 135 vezes.

Cesan entrega 1ª etapa do sistema de esgoto e assina início da 2ª etapa em Marechal Floriano

Data:08/01/2018- Fonte:Coordenadoria de Comunicação Empresarial da Cesan

A universalização do tratamento de esgoto vai chegar a mais uma cidade da Região Serrana.  O Governo do Estado, por meio da Cesan, inaugurou, na quarta-feira (3), a primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário do município de Marechal Floriano e assinou a Ordem de Início de Serviço da segunda etapa, que vai complementar o sistema, alcançando todos os moradores da sede. A solenidade contou com a presença do Governador Paulo Hartung; do presidente da Cesan, Pablo Andreão; dos diretores Operacional e de Engenharia e Meio Ambiente da Companhia, Sandra Sily e Amadeu Wetler, respectivamente, autoridades municipais, estaduais e federais e um público estimado em 200 pessoas.

“Mais de 85,7 milhões de litros de esgoto / mês deixarão de ir sem tratamento para o Rio Jucu, contribuindo para a agricultura e turismo locais, além de não poluir um dos principais mananciais da Grande Vitória, que abastece mais de um milhão de habitantes. Ao todo, serão R$ 17 milhões em investimentos, beneficiando 20 mil habitantes (população em 2044) de Marechal. Para isso, foi construída uma estação de tratamento de esgoto e, até 2020, serão implantados 19 km de redes e cinco elevatórias”, afirmou o presidente da Cesan, Pablo Andreão.

A segunda etapa faz parte do Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem, o maior programa ambiental do Espírito Santo e inovador por realizar as obras já com as ligações intradomiciliares, que unem a rede interna das residências à rede coletora implantada na rua. Com recursos do Banco Mundial, serão investidos R$ 3,7 milhões, beneficiando 5.278 moradores dos bairros Santa Rita, parte do Jarbinhas e do Centro, e Alto Marechal.

marechal3030118[1]Com Marechal Floriano, já são nove os municípios que vão universalizar o tratamento de esgoto, dentro do Programa de Gestão das Águas e da Paisagem: Dores do Rio Preto, Irupi, Iúna, Ibatiba, Divino de São Lourenço e Conceição do Castelo, na Região do Caparaó, e Marechal Floriano, Santa Leopoldina e Santa Maria de Jetibá, na Região Serrana.

Durante a solenidade, o governador Paulo Hartung destacou que as intervenções serão importantes na modernização da infraestrutura do município e garantir mais qualidade de vida para os moradores, visitantes e investidores da região. Paulo Hartung destacou ainda que a orientação do Governo Estadual é para que as empresas responsáveis pelas intervenções contratarem mão de obra local. Hartung destacou ainda que, se somados, o conjunto de investimentos anunciados hoje para região totalizam R$ 7 milhões.

marechal030118[1]

“Hoje celebramos algumas questões importantes. Estamos terminando a primeira etapa das obras para coleta e tratamento de esgoto que custaram R$17 milhões. Neste evento, assinamos a ordem de serviço para início da segunda fase, deste projeto de saneamento básico, que conta com investimentos de mais R$ 4 milhões que irão possibilitar que a cidade caminhar para ter 100% de coleta e tratamento de esgoto. Uma cidade de montanha e com vocação turística ter universalização do esgoto é um gol de placa”, comparou Paulo Hartung.

Ainda durante o discurso, o governador atendeu ao pleito da comunidade de Batatal que reivindicou ampliação no sistema de abastecimento de água na região. “Estou autorizando simbolicamente que a Cesan realize os investimentos pleiteados pela comunidade que estão em torno de mais R$ 2 milhões. Assim, completamos R$ 7 milhões de investimentos aqui em Marechal Floriano. Se olharmos para o restante do país, infelizmente, vamos contatar que poucos entes federados que podem realizar um conjunto de investimentos como este”, analisou.

A primeira etapa foi concluída com financiamento da Caixa Econômica no valor de R$ 13,2 milhões. Com o término da obra, será entregue a estação de tratamento de esgoto que vai atender toda a sede do município e 12 km de rede que vão atender parte do Centro, os bairros Vale das Palmas, Vila das Orquídeas e parte do bairro Jarbinhas.

Programa das Águas e da Paisagem

O Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem é financiado pelo Banco Mundial e o investimento total estimado é de US$ 225 milhões, ou seja, cerca de R$ 1 bilhão, a ser realizado em cinco anos. Seu objetivo é realizar ações integradas para o uso coordenado da água, do solo e de recursos relacionados ao desenvolvimento sustentável. As ações envolvem planejamento e gestão dos recursos hídricos e também de gestão de risco, com investimento específico para o saneamento ambiental.

Abrangência

O Programa abrange os municípios da Região do Caparaó que sairão de zero cobertura de tratamento de esgoto para 100%: Dores do Rio Preto, Irupi, Iúna e Ibatiba, Divino de São Lourenço e Conceição do Castelo. Também haverá ações específicas para o saneamento ambiental nas bacias dos Rios Santa Maria da Vitória e Jucu com obras de esgotamento na Região Serrana: Marechal Floriano, Santa Leopoldina e Santa Maria de Jetibá e na Grande Vitória, em Vila Velha e Cariacica.

O programa prevê ainda ampliar a cobertura florestal do Estado, com o programa Reflorestar e o projeto Mangaraí, e institucionalizar e promover boas práticas agrícolas e de construção de estradas vicinais para contribuir para a redução do assoreamento e da poluição dos corpos d’água.



+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade