REVISTA TAE - Maior projeto de reúso de água do Hemisfério Sul, Aquapolo recebe prêmio internacional

Esta notícia já foi visualizada 801 vezes.

Maior projeto de reúso de água do Hemisfério Sul, Aquapolo recebe prêmio internacional

Data:13/09/2018- Fonte:Assessoria de imprensa

Parceria da BRK Ambiental com a Sabesp, o projeto foi destaque no National ENERGY GLOBE Award 2018, que seleciona um projeto por país. O Aquapolo tem capacidade de produzir mil litros por segundo de água de reúso para fins industriais e está entre os 10 maiores projetos do mundo desse tipo


O Aquapolo, projeto da BRK Ambiental com a Sabesp para reúso de água para fins industriais, recebeu o National ENERGY GLOBE Award 2018, prêmio internacional que reúne projetos de 182 países e seleciona os melhores de cada um com foco em iniciativas que fazem uso sustentável de recursos naturais. Por ano, mais de dois mil projetos são submetidos à análise da comissão julgadora e o Aquapolo foi destaque para o Brasil nesta edição. O prêmio tem apoio do governo austríaco e de diversas organizações e empresas do setor de energia. 

“Vivemos no Brasil e em muitos lugares do mundo períodos cada vez mais prolongados de seca e restrição hídrica. O Aquapolo é um exemplo concreto de que é possível vencer essas barreiras e fazer um uso mais inteligente da água, um bem precioso e essencial para vida no planeta. Já provamos que temos tecnologia e operação de qualidade para transformar o esgoto em água limpa”, diz Marcos Asseburg, diretor da planta.

Inaugurado em 2012, o Aquapolo é o maior projeto desse tipo no Hemisfério Sul e está entre os 10 maiores do mundo. No total, a planta pode fornecer mil litros de água de reúso por segundo, volume equivalente ao consumo de água potável de 500 mil pessoas – uma cidade do porte de Santos (SP). São poupados mensalmente 900 milhões de litros de água, que podem ser direcionados para outros fins. 

A água de reúso industrial é produzida a partir do esgoto tratado. Esse efluente, que seria devolvido à natureza dentro das condições exigidas pela legislação, passa por um novo tratamento, complementar, com tecnologia de ponta que inclui membranas de ultrafiltração e osmose reversa. Localizado em área de intensa produção industrial, o projeto abastece o Polo Petroquímico de Capuava, em Mauá (ABC paulista), além de três grandes indústrias na região. 

Aquapolo em números

·         Adutora: 17 km de extensão

·         Área construída: 15 mil m²

·         Capacidade de armazenamento de água: 70 mil litros

·         Capacidade de produção: 1.000 litros de água de reúso por segundo

·         Economia de água:  900 milhões de litros por mês

·         Rede de distribuição: 3,6 km

Mais informações: https://www.youtube.com/watch?v=lZ4LQJRRquM&t=40s

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade