REVISTA TAE - Obras em Amambai vão ampliar significativamente a cobertura de esgotamento sanitário

Esta notícia já foi visualizada 176 vezes.

Obras em Amambai vão ampliar significativamente a cobertura de esgotamento sanitário

Data:15/05/2019- Fonte:Sanesul

Após o término das obras em execução do Programa Avançar Cidades, a expectativa é de que a cobertura ultrapasse 80%

Foto: Acom

As equipes estão executando 80 km de rede coletora em Amambai

A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) está com uma grande obra de Sistema de Esgotamento Sanitário no município de Amambai. As equipes estão executando 80 km de rede coletora de esgoto e mais de 4 mil ligações domiciliares, é um avanço significativo no setor de saneamento. Após o término dessas obras em execução do Programa Avançar Cidades, a expectativa é de que a cobertura ultrapasse os 80%.

Também estão sendo feitas as seis estações elevatórias necessárias de infraestrutura e 3.034m de linha de recalque. Para esta frente de trabalho ser possível, a Sanesul viabilizou, por meio do Programa Avançar Cidades, cerca de R$ 11 milhões. São recursos próprios que a empresa está aplicando na cidade a fim de atingir sua principal meta, da ampliação desse serviço e, principalmente, contribuição com a saúde pública do município.

Comprovadamente, o esgoto não tratado é altamente poluente do meio ambiente onde vivemos. O esgoto doméstico, por exemplo, consome oxigênio em seu processo de decomposição, causando a mortalidade de peixes. A água poluída provoca grave impacto à saúde das pessoas que utilizam no dia a dia em atividades domésticas e alimentares. Segundo estudo da OMS (Organização Mundial de Saúde), a cada R$ 1,00 gasto com saneamento, R$ 4,00 são economizados na área da saúde pública. É por isso que os investimentos na área são tão importantes e necessários.

Em 2017, Governo do Estado e Sanesul entregaram ao município uma nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), com capacidade de tratamento de 40 litros de esgoto por segundo, e a implantação de 6.160 metros de rede coletora. Na época, a Sanesul aumentou para 41% o índice de atendimento.
 

ACOM/SANESUL

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade