REVISTA TAE - Tecniplas reúne dados dos mais de sete mil tanques que fabricou desde 1976
Esta notícia já foi visualizada 164 vezes.



Tecniplas reúne dados dos mais de sete mil tanques que fabricou desde 1976

Data:12/02/2020
Fonte: www.noticias.dino.com.br

Desde 1976, ano em que iniciou suas atividades, a Tecniplas fabricou mais de sete mil tanques e um sem-número de equipamentos especiais de compósitos em PRFV (Plástico Reforçado com Fibras de Vidro). Cada um gerou uma série de informações que são compiladas e armazenadas até hoje em livros de dados (data books) - parte desse gigantesco arquivo também inclui amostras físicas. Tudo isso em prol da rastreabilidade e, principalmente, do controle de qualidade.


"Compilamos os dados referentes a cada produto que fabricamos. Mais do que aumentar a nossa própria segurança, isso permite que o cliente ateste a qualquer momento que o tanque ou equipamento que colocou em operação foi dimensionado de forma correta e de acordo com a especificação", resume Rafael Fruchi, responsável pelo departamento de qualidade da Tecniplas.

A reunião das informações, explica Fruchi, começa no recebimento das matérias-primas. "Controlamos tudo, da resina ao parafuso, e só liberamos para a área produtiva os insumos que chegam acompanhados dos respectivos certificados de qualidade emitidos pelos fabricantes. Caso contrário, os materiais são vetados logo na entrada da nossa planta".

Depois de transformar as matérias-primas em tanques - têm até 15 metros de diâmetro - ou equipamentos especiais, como torres de resfriamento e lavadores de gases, a Tecniplas gera corpos-de-prova dos laminados de PRFV. Cada amostra passa por diferentes tipos de ensaios, a exemplo dos testes de Dureza Barcol, acetona e queima, entre outros.

ASME RTP-1
Finalizada essa etapa, os tanques e equipamentos especiais seguem para o processo de montagem - deles próprios e dos acessórios, caso dos bocais. A atividade é fiscalizada de perto pelo controle de qualidade, para evitar qualquer tipo de dano ao laminado. Quando solicitado pelo cliente, a Tecniplas ainda submete o tanque pronto ao teste de estanqueidade, no qual o reservatório é preenchido com água para detectar eventuais vazamentos.

"Acompanhamos até como se dá o acondicionamento do tanque no caminhão, tudo isso para garantir ao cliente que o seu pedido saiu sem qualquer avaria da nossa fábrica", observa Fruchi, lembrando que todos os produtos fabricados pela Tecniplas seguem a norma norte-americana ASME RTP-1, que se refere a equipamentos de PRFV resistentes à corrosão.

Comentários desta notícia

Publicidade