REVISTA TAE - Estação de Tratamento de Água (ETA) do Sistema Cardoso - Maceió
Esta notícia já foi visualizada 127 vezes.



Estação de Tratamento de Água (ETA) do Sistema Cardoso - Maceió

Data:17/03/2020
Fonte: www.casal.al.gov.br

Atualmente trabalham no local cerca de 10 profissionais, entre engenheiros e técnicos

Construída entre 1947 e 1950 pelo engenheiro Saturnino de Brito, a Estação de Tratamento de Água (ETA) do Sistema Cardoso, no bairro de Bebedouro, que faz parte do Sistema Catolé-Cardoso abastece 15% da cidade de Maceió, são 1.085 metros cúbicos por hora de água tratada, ou seja, 1085000 litros por hora, beneficiando toda a região da orla lagunar, Bebedouro e a Chã de Bebedouro.

Cerca de 10 engenheiros e técnicos de nível médio trabalham no local, sendo cinco no sistema de captação da barragem e cinco na ETA Cardoso. Para levar a água tratada até as residências, ela passa por uma série de transformações. Em cada uma delas existe um rígido controle de dosagem de produtos químicos e acompanhamento dos padrões de qualidade.

Os processos que a água passa são: coagulação, floculação, decantação, filtração e adição de produtos químicos. Maceió possui três estações de tratamento em funcionamento, sendo eles a Estação do Cardoso, a Estação de Tratamento de Água Aviação, que está situada próximo a barragem do Catolé, e a Estação Josué Palmeira (ETA Pratagy), que está localizado no Benedito Bentes.

 

Comentários desta notícia

Publicidade