REVISTA TAE - Obras que não são emergenciais devem ser paralisadas temporariamente, conforme orientação da Casal
Esta notícia já foi visualizada 103 vezes.



Obras que não são emergenciais devem ser paralisadas temporariamente, conforme orientação da Casal

Data:25/03/2020
Fonte: Casal

Sugestão faz parte das medidas de controle da pandemia causada pelo covid-19


A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) recomendou a várias construtoras que prestam serviços em obras não emergenciais de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto que suspendam as atividades por dez dias. A recomendação foi feita por comunicado entregue nesta terça-feira (24) e está embasada nos decretos do Governo do Estado que elencam ações voltadas para o combate ao covid-19.

“A Casal, como agente público, tem como prioridade momentânea de contribuir para preservação da saúde coletiva e refrear os efeitos causados pelo coronavírus, tanto em seus colaboradores quanto em suas empresas parceiras. Tendo em vista o atual cenário de calamidade pública nacional e a decretação de emergência estadual e municipal, recomendamos a suspensão das obras executadas”, diz o comunicado da Companhia para as empresas.

Somente algumas obras específicas e voltadas para aumento imediato do volume de água ofertado à população serão mantidas, entre elas a adutora Batalha-Jaramataia, a nova captação e ETA em Fernão Velho e interligação de poços a reservatórios do Jacintinho, ambas em Maceió, nova adutora de Messias e melhorias no Sistema de Abastecimento de Murici.

A Casal ressalta que cumpre as determinações do Governo do Estado em relação à prevenção ao coronavírus e, por prestar um serviço essencial a toda a população, mantém suas atividades operacionais em funcionamento todos os dias, 24 horas por dia.

Comentários desta notícia

Publicidade