REVISTA TAE - Quarentena. Cuidado com o consumo!
Esta notícia já foi visualizada 104 vezes.



Quarentena. Cuidado com o consumo!

Data:26/03/2020
Fonte: ACOM/SANESUL

Por conta do coronavírus, milhares de famílias se viram na obrigação de cumprir a chamada QUARENTENA. A orientação das autoridades é ficar dentro de casa, o que obrigatoriamente, pode provocar mudança de hábitos.


Escrito por ACOM/SANESUL
 

Foto: acom


Elthon Santos Teixeira - Gerente de Abastecimento de Água da SANESUL

A notícia pegou todo mundo de surpresa. O risco de contaminação do coronavírus provocou uma série de alterações em calendários e programações. Primeiro, as escolas. Não demorou muito para que o fechamento também atingisse comércio, indústrias e repartições públicas. De repente, não eram só as crianças que ficariam em casa. Pai, mãe, filhos. A família inteira ficou confinada dentro dos lares. O toque de recolher, determinado por algumas prefeituras, não deixou apenas as ruas desertas, mas serviu de sinal para a seriedade do momento. Para adultos, restou a obrigação de não só garantir o alimento à mesa, mas também cuidar com o uso moderado dos bens de consumo, entre eles, a água.

Só em Mato Grosso do Sul, a SANESUL- Empresa de Abastecimento atende 68 municípios, onde estão os 501.142 clientes, o que equivale a mais de hum milhão de consumidores. Cada família, com 4 pessoas, gasta por mês em média, 12 metros cúbicos de água tratada. Parece pouco, mas é muita água. E com todo mundo dentro de casa, a estimativa é de que este número salte para 15 metros cúbicos por família durante esse período de quarentena. Por isso, neste momento, é importante fazer o uso racional da água. Excessos como lavar a calçada (a torneira aberta por uma hora gasta em média 150 litros de água tratada, o que equivale a dois dias de gasto de uma casa), o carro (a média de consumo neste caso é de 200 litros de água tratada), e até mesmo roupas (dois tanques equivale a 100 litros de água tratada), pode provocar um colapso no abastecimento. Elthon Santos Teixeira - Gerente de Abastecimento de Água da SANESUL – responsável pelo setor de distribuição, lembra que neste período atípico é fundamental a contribuição de todos para não haver desabastecimento ou intermitência de água na rede de abastecimento. “É tempo de contenção de gastos. Principalmente de um bem tão precioso que é a água. Na quarentena é importante também fazer um controle de hábitos. O banho mais curto, por exemplo,  pode ajudar  muito na economia no final do mês. Se todo mundo fizer a tarefa de casa,  que é usar a água de um modo racional, não vai faltar para ninguém. O que deve também refletir na economia da renda familiar no final do mês. É tempo de economizar.”,  finaliza.  

Comentários desta notícia

Publicidade