REVISTA TAE - Captação de águas subterrâneas é rentável, mas requer atenção à legislação
Edição Nº 38 - agosto/setembro de 2017 - Ano VII
Esta notícia já foi visualizada 5903 vezes.


Captação de águas subterrâneas é rentável, mas requer atenção à legislação



por Dayane Cristina da Cunha Fernandes

Aquíferos são formações geológicas constituídas por rochas capazes de armazenar e transmitir quantidades significativas de água. Em outras palavras, são reservatórios naturais subterrâneos que podem ser poucos a milhares de quilômetros quadrados, ou também, podem apresentar espessuras de poucos metros a centenas de metros de profundidade.
Existem três tipos de aquíferos: os fraturados ou fissurados, que como o nome diz, sua capacidade está baseada na quantidade de fraturas existentes para o acúmulo de água. A possibilidade de se ter um poço produtivo dependerá tão somente, de o mesmo interceptar fraturas capazes de conduzir a água. Um exemplo são as rochas Basálticas. Também existe ...



CONTEÚDO RESTRITO A ASSINANTES


Para continuar a ler o texto na íntegra
é necessário ser assinante do portal


Já sou cadastrado


Assine o portal TAE

Tenha acesso exclusivo a todo conteúdo do site gratuitamente

Publicidade