Sistemas de tubulações e suas aplicações
Edição Nº 38 - agosto/setembro de 2017 - Ano VII
Esta notícia já foi visualizada 1126 vezes.


Sistemas de tubulações e suas aplicações



por Susana Sakai

 

Compostos por tubos, conexões e acessórios como válvulas e bombas, os sistemas de tubulações são equipamentos importantes para o tratamento de efluentes e atuam na circulação de fluidos.
Comumente chamados de tubos ou condutos, as tubulações têm como principal finalidade constituir uma rede ou instalação correlata para conduzir os fluidos de um local para outro, ou seja, servem para canalizações que asseguram a circulação de um fluido ou de um produto pulverulento em uma instalação. Estes equipamentos por sua vez tem a função de conduzir fluidos a um determinado local. O sistema de tubulação pode ser aplicado em diversos segmentos como irrigação, indústrias em geral, saneamento, ETE, ETA, PCH´s, dentre outros”, explica a gerente de marketing da Vetro, Rosângela Moraes.
Basicamente, um sistema de tubulação é composto por tubos, válvulas ventosas, válvulas antecipadora de onda e válvulas de alívio. Os tubos podem ser fabricados em diversos materiais e são utilizados para o transporte do fluido, que pode ser líquido, misto ou gasoso. O composto de polietileno PE 80 ou PE 100 está entre os materiais utilizados nos sistemas de tubulações. “O PE 100 é um sucedâneo do PE 80, embora ainda convivam no mercado. O PE 80 é mais aplicado a ramais prediais de água, onde é desejável que o tubo seja algo mais flexível. O PE 100 é 25% mais resistente que o PE 80, permitindo que os tubos sejam de parede mais fina, ficando mais econômicos, mais leves e de mais fácil manuseio, com maior diâmetro interno, resultando em mais vazão”, afirma Roberto Gadotti, diretor presidente da FGS.
As válvulas ventosas têm a função de permitir a entrada e a saída do ar de dentro da tubulação, evitando rupturas. Já as válvulas antecipadoras de onda são instaladas para atenuar o golpe de aríete, ou seja, as variações de pressão decorrentes de variações da vazão. A válvula de alívio, por sua vez, é um dispositivo de segurança que tem por objetivo desviar a pressão de dentro da rede, quando o sistema encontra um problema de aumento de pressão na tubulação.
As tubulações são fabricadas por processos de extrusão utilizando equipamentos de última geração. Essas tubulações podem ser produzidas em polietileno de alta densidade (PEAD), polipropileno (PP), e fluoreto de polivinilideno (PVDF), sendo fabricadas conforme especificações e norm ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade