REVISTA TAE - Soluções para represas e lagoas que ainda no século 21 são receptoras de esgoto bruto
Edição Nº 39 - outubro/novembro de 2017 - Ano VII
Esta notícia já foi visualizada 5666 vezes.


Soluções para represas e lagoas que ainda no século 21 são receptoras de esgoto bruto



por Cristiane Rubim

As represas e lagoas brasileiras enfrentam diversos desafios no mundo atual, como a poluição, crescimento desordenado, a superpopulação, entre outros. Mas a principal problemática que envolve os corpos hídricos brasileiros ainda é a poluição difusa despejada em seus leitos. “Estamos chegando ao final da segunda década do século 21 com diversos rios, lagoas e represas brasileiras ainda atuando como receptores de esgoto bruto em todo o país. Captamos a água que vamos beber dos mesmos reservatórios em que despejamos nosso esgoto e os investimentos em saneamento não acompanham o crescimento urbano”, observa Lilian Hengleng De Gregori, diretora-geral da Phytorestore Brasil.
Ricardo Amar ...



CONTEÚDO RESTRITO A ASSINANTES


Para continuar a ler o texto na íntegra
é necessário ser assinante do portal


Já sou cadastrado


Assine o portal TAE

Tenha acesso exclusivo a todo conteúdo do site gratuitamente

Publicidade