REVISTA TAE - Desidratação e secagem do lodo proveniente de ETA e ETE
Edição Nº 41 - fevereiro/março de 2018 - Ano VII
Esta notícia já foi visualizada 5839 vezes.


Desidratação e secagem do lodo proveniente de ETA e ETE



por Carla Legner

 

Lodos provenientes de estações de tratamento de água (ETA’s) e efluentes (ETE’s) são rejeitos gerados durante o processo de purificação da água, que podem ser efluentes sanitários ou industriais. Em sua composição prevalece a água como principal componente, entretanto, apresenta alguma concentração de sólidos em suspensão, os quais podem ser sólidos orgânicos ou inorgânicos.
Diego Augusto Camelo, engenheiro ambiental e consultor comercial da Allonda, explica que os inorgânicos provenientes de ETA’s oferecem menor dificuldade operacional em sua secagem, ...



CONTEÚDO RESTRITO A ASSINANTES


Para continuar a ler o texto na íntegra
é necessário ser assinante do portal


Já sou cadastrado


Assine o portal TAE

Tenha acesso exclusivo a todo conteúdo do site gratuitamente

Publicidade