REVISTA TAE - Influência do Sulfeto de Hidrogênio (H2S) na qualidade ambiental e na saúde pública da população em dois municípios de Mato Grosso
Edição Nº 46 - dezembro de 2018/janeiro de 2019 - Ano VIII
Esta notícia já foi visualizada 362 vezes.


Influência do Sulfeto de Hidrogênio (H2S) na qualidade ambiental e na saúde pública da população em dois municípios de Mato Grosso



por Selma Arruda Cordeiro, Márcia Cleia Vilela dos Santos, Profª Dra Sandra Mariotto e Jones Carlos Viegas

Atualmente buscam-se soluções para mitigar os impactos ambientais gerados pelas diversas atividades humanas. O lançamento de esgoto in natura diretamente no solo ou nos cursos d’água é um desses impactos ambientais que geram problemas de saúde na população. De acordo com Instituto Trata Brasil (2017), no Brasil, apenas 42,67% do esgoto produzido são tratados. Em Mato Grosso apenas 25,29% têm tratamento adequado, e em Cuiabá 48,83% passa por tratamento. Cuiabá ocupa a 67ª colocação no ranking do saneamento básico, dentre as 100 maiores cidades brasileiras, com grandes volumes de esgoto despejado sem tratamento nos rios e córregos.
O município de Várzea Grande ocupa a 93ª colocação ...



CONTEÚDO RESTRITO A ASSINANTES


Para continuar a ler o texto na íntegra
é necessário ser assinante do portal


Já sou cadastrado


Assine o portal TAE

Tenha acesso exclusivo a todo conteúdo do site gratuitamente

Publicidade