REVISTA TAE - Sanepar e Rotary promovem encontro com a comunidade em Londrina

Esta notícia já foi visualizada 256 vezes.

Sanepar e Rotary promovem encontro com a comunidade em Londrina

Data:11/12/2017- Fonte:Sanepar

Rotarianos e lideranças da região Sul debateram desafios do saneamento

“Hoje nós ficamos sabendo o quanto é difícil levar às nossas torneiras água limpa de qualidade”, disse Luiz Antônio Alvarez Lopes, presidente do Rotary Club Londrina-Sudeste, após encontro com gerentes da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) na noite de quinta-feira (7).

Ao lado de rotarianos de diferentes clubes da cidade e de lideranças de bairros da região Sul de Londrina, Lopes conheceu os desafios operacionais da Sanepar para manter o abastecimento com água potável e a coleta e o tratamento de esgoto, serviços necessários para o desenvolvimento da cidade.

Durante o evento, realizado pelo Rotary Club Shangri-Lá, na tradicional Casa da Amizade, foram apresentadas informações sobre a estrutura da Sanepar, serviços, programas e investimentos. Ao final, os gerentes da Sanepar Marcos Machioni e Antônio Gil Gameiro responderam a questionamentos.

“Estas reuniões têm ocorrido por todo o Estado, pois queremos dar transparência e prestar contas das ações da Companhia, já que prestamos um serviço público através do nosso negócio”, disse Machioni.

“Foi um debate de qualidade, com perguntas pertinentes. Considero que as informações repassadas esclareceram muitas dúvidas”, comentou Adalberto Bueno, presidente do Rotary Club Shangri-Lá.

MAIS ESGOTO – Londrina está entre as dez principais cidades brasileiras com os melhores índices de saneamento básico, segundo o Instituto Trata Brasil. A cobertura com coleta e tratamento de esgoto é um dos indicadores que garantem este destaque. Enquanto à média nacional de atendimento é de pouco mais de 50%, Londrina já ultrapassou os 90%.

Enrico Dalla Zanna está na pequena fatia de 8% da população urbana que ainda não tem a rede de esgoto disponível em frente ao seu imóvel. Morador da região Sul, onde se concentram condomínios horizontais, ele soube que para viabilizar a coleta do esgoto na sua residência a Sanepar terá que executar uma obra complexa. No próximo ano, será contratado projeto para a implantação de um interceptor, tubulação de grande diâmetro usada para transportar o esgoto coletado até a estação de tratamento que fica em outra bacia hidrográfica.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade