REVISTA TAE - CPFL Energia promove o consumo consciente com orientações de economia durante o Verão

Esta notícia já foi visualizada 290 vezes.

CPFL Energia promove o consumo consciente com orientações de economia durante o Verão

Data:21/12/2017- Fonte:www.maxpress.com.br


Ar-condicionado e geladeira são os principais vilões da conta de luz durante a temporada de Verão
Com o início do Verão a partir de hoje (21/12), é inevitável um aumento no consumo de energia elétrica, com impacto no aumento da conta de luz dos consumidores no final do mês. O motivo é simples: para lidar com as temperaturas mais elevadas da estação, muitas pessoas ampliam o tempo de uso de alguns eletrodomésticos, como ventiladores e ar-condicionado, além de aparelhos que passam exigir mais energia para o funcionamento adequado, como geladeiras.

Entre os principais vilões da conta de luz no Verão estão o ar-condicionado e a geladeira – somente ela é responsável por, em média, 25% a 30% da energia consumida mensalmente em uma residência durante o verão, superando até mesmo o ar-condicionado, que chega a representar cerca de 18% do consumo residencial no mesmo período.

De acordo com o gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Felipe Zaia, a importância de economizar energia vai além do lado financeiro. “Ao incentivar o consumo consciente de energia, estamos colaborando para a preservação de recursos naturais. A busca pela eficiência energética é essencial para obter os melhores resultados ambientais e financeiros – no consumo da energia nos equipamentos e, consequentemente, no valor da conta que chega ao final do mês”, enfatiza.

Para orientar os seus consumidores, a CPFL Energia, que atende a 9,3 milhões de clientes em 679 municípios nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais, traz uma série de dicas para mudanças de hábito dos consumidores que trazem mais economia no uso da energia:

Geladeiras

1. Instalar a geladeira em local bem ventilado, desencostada de paredes ou móveis, longe de raios solares e fontes de calor, como fogões e estufas;

2. Nunca utilizar a parte traseira da geladeira para secar panos, roupas ou tênis;

3. Nunca colocar alimentos quentes na geladeira;

4. Não forrar as prateleiras da geladeira (a falta de ar circulando entre as prateleiras exige mais consumo de eletricidade);

5. Não deixar a porta da geladeira aberta por muito tempo e não se esquecer de manter as borrachas de vedação da porta em bom estado. Um bom teste é colocar uma folha de papel, fechar a porta da geladeira e tentar retirá-la. Se a folha sair muito fácil, pode ser que a borracha já esteja precisando de manutenção;

Ar-condicionado

1. Quando o uso do ar condicionado for inevitável, o ideal é utilizá-lo da melhor maneira possível, evitando a utilização por longos períodos e com temperaturas muito baixas. A dica é programar a função timer para desligar no começo da manhã e configurar para uma temperatura dos 22º, que mantém o ar numa temperatura agradável e não provoca esforço demasiado nos equipamentos;

2. A substituição das lâmpadas incandescentes por LED é importante também quando pensamos no uso do ar-condicionado. Os modelos incandescentes aquecem o ambiente e contribuem para a sensação de calor, ao passo que a iluminação LED é fria. Não aumentando o aquecimento do ambiente, é possível utilizar menos o ar-condicionado e o ventilador;

3. Priorize a compra de aparelhos de ar-condicionado com a tecnologia inverter, cujos motores são mais eficientes e econômicos;

4. Manter os filtros do ar limpos também é uma ótima iniciativa de economia, já que assim o motor não se esforçará mais que o ideal;

5. Sempre mantenha os ambientes bem arejados. Abrir cortinas e janelas ajuda na ventilação e reduz a necessidade de ar-condicionado e ventiladores, além de manter o ar sempre renovado;

Chuveiros elétricos

1. Nos dias quentes, colocar o chuveiro na posição "verão" (o consumo será cerca de 30% menor). Em algumas cidades, é possível até desligar o chuveiro;

2. Limpar periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro;

3. Tomar banhos mais rápidos e desligar a torneira ao se ensaboar;

4. Nunca reaproveitar uma resistência queimada. Isso provoca o aumento do consumo e coloca em risco a segurança do usuário;

5. Uma boa opção também são os aquecedores solares para água, que, cada vez mais, possuem preços atrativos e demandam baixa manutenção;

Dicas Gerais

Apague a luz ao sair de um ambiente;

Substitua as lâmpadas incandescentes e fluorescentes para tecnologia LED. Se para iluminar uma cozinha utiliza-se uma lâmpada incandescente de 100 Watts, a substituição por uma modelo a LED pode trazer uma economia de até 80%

Não dormir com a televisão ligada;

Não usar benjamins (item que serve para ligar vários aparelhos a uma só tomada e que a sobrecarrega);

Acumular roupas para lavar e também para passar. O tempo para aquecer o ferro consome muita energia. É ideal que isso seja feito poucas vezes;

O ferro elétrico tem regulagem de temperatura. Procure separar as roupas pela temperatura que serão passadas, assim pode tornar o uso mais econômico;

Limpe o filtro da máquina de lavar com frequência;

Opte pela compra de eletrodomésticos com selo A do Procel, que são mais eficientes no consumo de energia e, por consequência, mais econômicos.

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 105 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a segunda maior organização empresarial do mundo e a maior companhia de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong.

Com 14,3% de participação, a CPFL Energia é líder no mercado de distribuição, totalizando mais de 9,1 milhões de clientes em 679 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.

Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Considerando a participação acionária na CPFL Renováveis, maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 3.283 MW, no final do terceiro trimestre de 2017.

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além de participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets. Pelo 12º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL.

Mais informações para a imprensa:

Loures Consultoria
Assessoria de Imprensa CPFL Energia
(11) 3181-5509
atendimento.cpfl@loures.com.br

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade