REVISTA TAE - Seminário internacional sobre água divulga carta final com foco na preservação

Esta notícia já foi visualizada 157 vezes.

Seminário internacional sobre água divulga carta final com foco na preservação

Data:15/01/2018- Fonte:Agência Brasil

Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

Foto: Brasília - II Seminário Internacional Água e Transdisciplinaridade (Marcelo Camargo/Agência Brasil) 

Participantes do 2º Seminário Internacional Água e Transdisciplinaridade, que se reuniram nesta quinta (11) e sexta-feira (12) em Brasília, encerraram o encontro com a divulgação da Carta Águas pela Paz. O documento pede o fortalecimento de políticas de preservação dos ecossistemas, com foco na água.


“Propomos que as ações humanas, individuais ou coletivas, nas esferas privadas ou públicas, da sociedade civil ou governamental, sejam norteadas pelos seguintes princípios: […] Fortalecer as políticas de preservação e de conservação dos ecossistemas, tendo a água como ponto de convergência da integração dos mesmos às atividades humanas. [...] Apoiar e fortalecer a participação das comunidades locais na gestão do uso água e do saneamento”, enumera a minuta da carta finalizada hoje (14).

O documento também pede a elaboração de uma Carta Mundial de Cidadania pelas Águas. Essa carta seria uma espécie de integração entre todos os povos, considerando seus desafios na relação com a água. Durante o seminário, os participantes defenderam que a água não deve ser vista como uma mercadoria.

O seminário Águas pela Paz teve como propósito encontrar caminhos para a solução de conflitos a respeito da escassez da água no planeta. O evento foi uma atividade preparatória para o 8º Fórum Mundial da Água, que ocorrerá em março, também em Brasília. A carta elaborada neste seminário será encaminhada ao fórum.

O fórum, realizado a cada três anos, é considerado um dos mais importantes espaços de debate sobre o tema em âmbito mundial e, pela primeira vez, será realizado em um país do Hemisfério Sul. O tema do fórum será “Compartilhando águas”.

Edição: Amanda Cieglinski

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade