REVISTA TAE - Site monitora remunicipalização de serviços de saneamento pelo mundo

Esta notícia já foi visualizada 137 vezes.

Site monitora remunicipalização de serviços de saneamento pelo mundo

Data:15/01/2018- Fonte:www.juntospelaagua.com.br

Segundo o “Water Remunicipalisation Tracker”, nos últimos 15 anos, 235 cidades em 37 países remunicipalizaram seus serviços de água e esgoto
 
A privatização dos serviços de água e esgoto é um dos assuntos mais quentes do momento no mundo do saneamento básico. E isso não é verdade só no Brasil. A discussão está acontecendo em todo planeta. De olho no interesse crescente pelo tema, o “Corporate Europe Observatory” e o “Transnational Institute”, duas organizações não governamentais multinacionais, criaram o site “Water Remunicipalisation Tracker” ou “Rastreador de Remunicipalização de Água”, no âmbito do “Water Justice Project”.

A proposta da ferramenta é reunir processos de remunicipalização – ou seja, de encerramento de concessões à iniciativa privada dos serviços municipais de água e esgoto – e criar uma espécie de biblioteca desses casos. Segundo as contas da plataforma, nos últimos 15 anos, 235 cidades em 37 países remunicipalizaram seus serviços de água e esgoto, impactando assim a vida de mais de 100 milhões de pessoas.

O site foca em entender como e por que os processos de remunicipalização aconteceram, quais obstáculos tiveram de ser vencidos nesse caminho, e quais resultados foram obtidos. Detalhes mais técnicos dos processos, em si, são oferecidos na forma de links que acompanham o conteúdo dedicado a cada remunicipalização. No sentido de inspirar a remunicipalização, que é a bandeira do projeto, campanhas em prol desse objetivo espalhadas por todo mundo também são listadas pela ferramenta.

Qualquer um pode informar o “Water Remunicipalization Tracker” sobre novos processos de remunicipalização ou campanhas nesse sentido. Atualmente, na América Latina, só há casos registrados na Argentina, Bolívia e Uruguai – nenhum processo ou campanha no Brasil foi catalogada. Você sabe de algum processo e quer notificar a página? Entre em contato com eles pelo site oficial da iniciativa e participe.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade