REVISTA TAE - Saiba como o descarte correto do óleo de cozinha pode evitar problemas nas redes de esgoto

Esta notícia já foi visualizada 198 vezes.

Saiba como o descarte correto do óleo de cozinha pode evitar problemas nas redes de esgoto

Data:17/01/2018- Fonte:Sabesp

Ninguém gosta de ver o esgoto retornando para sua residência e nem do mau cheiro de um vazamento nas proximidades. Mas o que você faz para evitar isso?

Muitas das obstruções nas tubulações de esgoto são ocasionadas pelo mau uso da rede e podem ser evitadas com gestos simples como o descarte correto do óleo de cozinha.

O óleo de cozinha, quando lançando de forma inadequada nas redes coletoras, sobrecarrega e obstrui as instalações, pois o sistema da Sabesp  é dimensionado para receber apenas o esgoto. Com isso, o resultado final pode ser o retorno do efluente para dentro do imóvel ou o rompimento da rede, causando vazamentos na rua e, consequentemente, o mau cheiro.

O correto é o que todo o óleo de fritura seja armazenado em garrafas plásticas e entregues em pontos de coleta para, assim, ser reutilizado na fabricação de sabão ou em outras finalidades. Outra solução é a instalação da Caixa Retentora de Gordura, que sozinha faz o trabalho de separar a gordura, deixando ir para a rede coletora somente o esgoto. Este equipamento é obrigatório em bares e restaurantes e sua limpeza fica por conta do cliente.

Gostou? Seja consciente e descarte o óleo de forma correta. Para ajudar, a Sabesp possui o Programa de Reciclagem de Óleo de Cozinha - PROL e disponibiliza vários pontos de coleta nas regiões que atende. Veja.

Aproveite também e assista a reportagem feita pela TV TEM de Itapetininga sobre o assunto. Só no ano de 2017, a Sabesp realizou mais de 1,5 desobstruções nas redes de esgoto da cidade e, em muitos casos, o  vilão foi justamente o  "óleo de fritura". Veja.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade