REVISTA TAE - Corsan participa de seminário sobre saneamento em Tramandaí

Esta notícia já foi visualizada 206 vezes.

Corsan participa de seminário sobre saneamento em Tramandaí

Data:17/01/2018- Fonte:Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento)

Foto: Tramandaí seminário Famurs gestão do saneamento público (10) - João Paulo Flores

A Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) participou, na tarde dessa terça-feira (16), do seminário ´Estratégias de Gestão no Sistema Público de Saneamento - Um cenário de Oportunidades´, na Câmara Municipal de Tramandaí. O evento foi promovido pela Famurs, com patrocínio da Corsan e governo do Estado, com apoio da União dos Vereadores do Rio Grande do Sul (Uvergs). A proposta foi discutir novas parcerias e tecnologias que podem impactar o setor e qual a relação com os municípios e com as demandas do novo Plano de Saneamento.

Também foi aberto um espaço para questionamentos do público e debates sobre os temas. O diretor administrativo da Corsan, Marcus Vinícius Almeida, destacou o investimento na ordem de R$ 110 milhões recentemente assinado pelo governo do Estado com recursos da União, para execução de obras de água e esgotos no Litoral Norte. "Será possível trazer mais desenvolvimento e turismo na região, onde o saneamento básico é fundamental", ressaltou Almeida.

O diretor de Expansão da Corsan, Marcus Vinicius Caberlon, apresentou os investimentos em andamento no Litoral Norte, que chegam a R$ 460 milhões. "As obras de expansão das redes coletoras e do tratamento de esgotos nas maiores praias do Litoral Norte, têm permitido a manutenção da balneabilidade, o que é decisivo para o crescimento das comunidades e do turismo na região”, ressaltou Caberlon. 

Entretanto em praias de menor porte, a solução do tratamento em fossas filtro, com limpeza periódica e destinação final em estações de tratamento preparadas para receber esse efluente é uma alternativa viável e eficiente. "É o que estamos fazendo em Atlântida Sul, onde desenvolvemos um projeto piloto de limpeza de fossas, destinando esse efluente para a Estação de Tratamento de Esgotos de Xangri-Lá". Esse aspecto também foi destacado pela secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini. Ela disse que caminhos mais simples devem ser buscados para solucionar a questão de esgotamento sanitário, "a partir das possibilidades permitidas pela nossa realidade"”.

O prefeito de Tramandaí, Luiz Carlos Gauto, agradeceu os investimentos na ordem de R$ 16 milhões que serão destinados ao esgotamento sanitário de Tramandaí e manifestou sua satisfação pela qualidade da água do mar, permitindo um ritmo acelerado de novas construções, o que gera desenvolvimento econômico e turístico. 

Também presentes o presidente da Câmara Municipal de Tramandaí, vereador Antonio Augusto da Silva Galaschi; o diretor comercial da Corsan, Luciano Eli Martin; o presidente da Famurs, Salmo Dias de Oliveira; o coordenador executivo do Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP), Luiz Pierry; o presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Tramandaí, João Vargas; e de prefeitos e autoridades da região. 

Este foi o segundo encontro do ciclo de 11 debates previstos. Além deste, no Litoral Norte, que teve a mediação do jornalista Flávio Pereira, e do primeiro, em Guaíba, devem ocorrer mais nove em diversas regiões do estado, focando na participação de prefeitos, vereadores e demais autoridades locais.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade