REVISTA TAE - Programa de Uso Racional da Água: avanços na área sanitária e alcance nacional

Esta notícia já foi visualizada 270 vezes.

Programa de Uso Racional da Água: avanços na área sanitária e alcance nacional

Data:19/01/2018- Fonte:Sabesp

O Programa de Uso Racional da Água (PURA), da Sabesp, já possui uma longa trajetória, mais precisamente, 22 anos de existência desde sua criação. Apesar dos importantes resultados alcançados por meio dessa iniciativa, o avanço na área sanitária é, sem dúvida, o mais significativo por conta da parceria com uma das maiores autoridades no setor de higiene e qualidade de alimentos em cozinhas industriais, doutor Eneo da Silva Júnior. 

O profissional auxiliou a Sabesp para mostrar, principalmente aos nutricionistas, que era possível mudar hábitos na cozinha, usando menor volume de água, sem contaminar os alimentos. A experiência gerou um manual sobre o assunto e o médico auxiliou na capacitação de alguns clientes da Sabesp, como o Hospital das Clínicas e da Faculdades de Medicina da USP.

Outro avanço significativo, foi o reconhecimento da relevância do PURA em outros estados do Brasil, elevando ainda mais a qualidade da iniciativa e justificando todas as premiações já recebidas pelo programa.

“O programa já foi tema de várias palestras que eu realizei e já serviu de base para outros estados, que também estão realizando ações para o uso consciente da água. Eu fico feliz em saber que foi uma luta árdua, mas que rendeu frutos. Nós plantamos a ´sementinha´ e hoje ela se tornou uma árvore enorme, com bons frutos e divulgação para todo o Brasil. Esta conquista não é só minha, eu apenas orientei. O programa só foi para frente graças ao trabalho de toda uma equipe", conclui a engenheira Sônia Nogueira, responsável por criar e coordenar o programa por longos anos.

O programa

O Programa de Uso Racional da Água, da Sabesp, consiste em intervenções físicas, com a substituição de equipamentos sanitários, e conscientização por meio de palestras e treinamentos. A iniciativa tem como maior cliente prédios públicos, que têm um desconto na tarifa, mas também possui clientes privados, como comércio e indústria. Neste último caso, apesar de não haver desconto na tarifa, o benefício está ligado diretamente à redução do consumo que, consequentemente, gera economia na conta de água e, em alguns casos, na energia. Vale destacar que, em ambos os casos, o maior retorno é a preservação ambiental.

De acordo com o gerente do programa, Ricardo Chahin, só na Região Metropolitana de São Paulo, atualmente, existem cerca de 1,4 mil prédios cadastrados no programa. "Desde 2008 até o momento, nesta região, a iniciativa já gerou uma economia de quase 130 litros por segundo, suficiente para atender ininterruptamente mais de 70 mil."

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade