REVISTA TAE - Corsan explica projeto de limpeza de fossas a moradores de Atlântida Sul

Esta notícia já foi visualizada 198 vezes.

Corsan explica projeto de limpeza de fossas a moradores de Atlântida Sul

Data:25/01/2018- Fonte:Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan)

Atlântida Sul reunião com comunidade - Foto: Divulgação - Ascom

Técnicos da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) reuniram-se, no final da tarde de terça-feira (23), na sub-prefeitura de Atlântida Sul, para esclarecer dúvidas sobre o projeto-piloto de Limpeza de Fossas Sépticas. O gerente do projeto, Thiago Prestes, falou a respeito dos tipos de fossas existentes e a importância da limpeza periódica.

Prestes destacou que, como se trata de uma ação experimental, os dados estão sendo catalogados para análise da viabilidade do projeto, o que vai definir os critérios, a infraestrutura e os procedimentos para que o serviço seja estendido para todo o Rio Grande do Sul.

Quanto à questão da tarifa, o superintendente da Região Litoral Norte da Corsan, Adalcir Rodrigues da Silva, esclareceu que, por ser um novo serviço, não haverá cobrança para quem solicitar a limpeza das fossas até 28 de fevereiro. Além disso, informou que os dados sobre os custos do serviço serão enviados à Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs) que fará os estudos necessários para definição das tarifas.

O secretário municipal do Meio Ambiente, Agricultura e Pecuária de Osório, Carlos Fontoura, fez um relato das reuniões entre a prefeitura e a Corsan para implantação do projeto, que conta com apoio do município.

A reunião teve a participação de moradores e veranistas, que esclareceram dúvidas sobre a frequência necessária para limpeza das fossas, cujo procedimento está regulamentado em lei. Os representantes da Corsan destacaram que não basta a limpeza, mas que o destino final do esgoto é decisivo para a preservação ambiental. No caso do programa da Corsan em Atlântida Sul, os efluentes estão sendo destinados à Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Xangri-Lá, que foi preparada para receber essa carga de esgotos.

Também estavam presentes o sub-prefeito de Atlântida Sul, Vagner Gonçalves; o superintendente regional adjunto da Corsan, Eduardo Bianchi Neto; e o gestor local da empresa, Jair de Conto.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade