REVISTA TAE - Maracaju recebe R$4,5 milhões de obras em saneamento e um caminhão-caçamba

Esta notícia já foi visualizada 183 vezes.

Maracaju recebe R$4,5 milhões de obras em saneamento e um caminhão-caçamba

Data:29/01/2018- Fonte:Assessoria de Imprensa

Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, assinou ordens de serviços de dois reservatórios, o contrato de autorização para licitação de ativação de um novo poço e entregou as chaves de novo transporte que vão atender serviços de rede coletora de esgoto e abastecimento de água da região.

 

Os moradores de Maracaju vão receber R$ 4,5 milhões de investimentos em obras de rede coletora de esgoto e abastecimento de água da região do Governo de Mato Grosso do Sul, por meio de recursos da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul). Do total, R$1.350.000,00 serão destinados para construção de dois reservatórios metálicos, um no Centro de Reservação Alto da Palmeiras e outro no Centro de Reservação Vivendas do Sul, cada um com capacidade de 1.000 m3. A ordem de serviço foi assinada na manhã de sábado (27/01) pelo governador Reinaldo Azambuja com o diretor presidente da Sanesul, Luiz Rocha, o secretário de obras do Estado, Ednei Marcelo Miglioli, e o prefeito de Maracaju, Maurilio Azambuja, durante o evento de lançamento de obras para região.

Na solenidade, houve ainda a assinatura de autorização de licitação para ativação de um poço de 280 metros de profundidade e vazão de 225m3/h de água. Esse é o maior empreendimento para o abastecimento de água na região, no valor de R$ 3.156.428,53, o primeiro poço do local que vai explorar a reserva do Aquífero Guarani. “No total, são R$ 4,5 milhões em água e saneamento! O diretor-presidente Luiz Rocha economizou e possibilitou novos investimentos e tranqüilidade à população. São obras importantes; saneamento não se vê, então é difícil falar, porque você não vê. Mas, é muito necessário para saúde de todos”, ressaltou o governador Reinaldo Azambuja, em seu discurso.

O prefeito Maurilio Azambuja manifestou a satisfação em receber os novos empreendimentos que vão representar o avanço do município e, conseqüentemente, contribuição para o progresso do Estado.  Nos últimos quatro anos, segundo o secretário municipal de Obras, Thiago Caminha, Maracaju registrou o crescimento de 4 mil novos lotes e já começava a enfrentar o déficit de água.

Em toda cidade, segundo o representante comercial da Sanesul, Denilson Dias, são 12 mil ligações de água em Maracaju e no Distrito de Vista Alegre, com 11 poços (com média de vazão de 80m3/h cada um), e com os loteamentos recém construídos já foram solicitadas 1.317 novas ligações. Para o diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha, com os empreendimentos recentes atraídos pela terra produtiva de Maracaju na agricultura (fábricas de soja, milho), e com a chegada de frigoríficos, o Governo de Estado enxergou a necessidade de obras em saneamento que serão revertidas em saúde e mais negócios. “É uma cadeia produtiva de investimentos para os próximos anos”, explicou o diretor-presidente da Sanesul. 

 

Entrega de caminhão-caçamba

Durante o lançamento de obras e assinaturas de ordens de serviços, o prefeito Maurilio Azambuja recebeu das mãos do governador Reinaldo Azambuja e do diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha, a chave de um caminhão-caçamba basculante que será usado por funcionários da unidade da empresa de saneamento na região, para atender obras da rede coletora de esgoto e abastecimento de água e na recuperação de asfalto e consertos. “Vai agilizar muito os nossos serviços”, disse o gerente regional da Sanesul, Paulo Roberto Augusto Nepomuceno.

Ao todo, 15 veículos, Ford Cargo 816 (Ano 2017/Modelo 2018), foram adquiridos pela Sanesul no valor de R$ 2,3 milhões e estão sendo entregues em locais estratégicos para os serviços de saneamento e abastecimento de água. Além de Maracaju, Rio Verde do Mato já recebeu o transporte. Nas próximas duas semanas, os caminhões serão levados para Amambai, Caarapó, Fátima do Sul, Ivinhema, Bataguassu, Aparecida do Taboado, Chapadão do Sul, Camapuã, Anastácio, Miranda, Ladário, Bonito e Porto Murtinho. 

 

Diante da maior crise econômica do País, o governador Reinaldo Azambuja destacou que esse resultado de empreendimentos em obras e ferramentas de trabalho, como colocar à disposição caminhão-caçamba aos municípios, é governar com responsabilidade. “Das 27 unidades federativas do Brasil, tem 17 que não pagaram o décimo-terceiro, pagar salário é prioridade de qualquer gestão, governar com responsabilidade”, enfatizou.

 

Na organização de prioridades do governo com o olhar voltado ao trabalhador, o encanador e motorista da Sanesul, Celso Antônio Gonçalves Espósito, que está há 10 anos na empresa, comemorou pela chegada do caminhão-caçamba em Maracaju.  “Esse foi o melhor empreendimento desde que trabalho aqui. Antes eu usava só retro-escavadeira. Com esse caminhão, vou retirar a terra com menos riscos de acidentes e isso vai facilitar muito o nosso serviço e vamos atender mais rápido a população”, disse.  E, em seguida, o motorista Celso Espósito manobrou o veículo e o governador Reinaldo Azambuja convidou o prefeito Maurilio para o registro fotográfico com o novo transporte ainda em cena.

 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade