REVISTA TAE - Bombeamento de água com energia solar traz inúmeros benefícios para pecuaristas

Esta notícia já foi visualizada 210 vezes.

Bombeamento de água com energia solar traz inúmeros benefícios para pecuaristas

Data:15/02/2018- Fonte:Assessoria de Imprensa

Aplicação pouco explorada da energia solar minimiza custos com mão de obra e evita perda de peso do gado

Que a energia solar fotovoltaica é um sistema limpo e renovável que converte energia do sol em eletricidade, a maioria de nós já sabe. Mas, além disso, o que muitos desconhecem é que ela também é uma grande aliada no bombeamento de água.

Alguns locais mais remotos têm acesso limitado à água e, por isso, têm a necessidade de usar bombas elétricas para extração a partir de poços artesianos. Mas o problema é que a eletricidade nem sempre está disponível nestas áreas, por isso, as bombas são movidas a geradores a diesel, que além de serem poluentes, exigem uma manutenção constante.

Era isso o que acontecia na propriedade do pecuarista Mauricio Teixeira, em Tocantins. “Meus funcionários tinham de ficar o tempo todo verificando se o bombeamento estava realmente sendo feito”, afirma. “Se algum ajuste fosse necessário, o que não era difícil de acontecer, consequentemente o meu gado ficava sem água por um período, o que é extremamente ruim para o meu negócio, que é o gado de engorda”, completa Teixeira.

Para solucionar os problemas, Teixeira instalou um sistema solar fotovoltaico de bombeamento de água. Apesar de ser uma aplicação pouco conhecida, o bombeamento é a mais acessível entre as aplicações da energia solar fotovoltaica.

Seus diferenciais são um melhor custo benefício, maior eficiência energética, baixo  investimento inicial e menor tempo de retorno de investimento. “Os painéis fotovoltaicos oferecem uma opção mais ecológica, sustentável e vantajosa em longo prazo para estes fins, além de atender perfeitamente esse tipo de demanda”, ressalta Raphael Pintão, sócio-diretor da NeoSolar Energia, empresa responsável pelo projeto.

O sistema da fazenda conta com oito placas, sendo que sete são usadas exclusivamente para o bombeamento solar de água e uma para o circuito de câmeras do local. Com uma potência total de 1050Wp, são bombeados 26 mil litros de água por dia. Agora com o sistema, não há mais intervenção humana no processo. A água é bombeada para o reservatório e depois distribuída para os bebedouros. Isso também acabou com o risco de contaminação, pois, ao contrário do sistema a gerador, o bombeamento solar não utiliza óleo.

A NeoSolar, empresa que projetou o sistema, comercializa diversas soluções em energia solar fotovoltaica, por isso, graças a uma equipe de engenheiros especializada, consegue desenvolver o projeto adequado, de acordo com a necessidade do cliente. “Nossa equipe faz um estudo de caso completo, verificando as peculiaridades e necessidades de cada propriedade. No caso do Maurício, que tem 600 cabeças de gado nesta área, a necessidade era a questão do bombeamento da água para dessedentação destes animais e não um projeto de energia para abastecimento da residência rural - que é uma aplicação mais conhecida que também fazemos. Neste caso, o cálculo feito por nossa equipe foi outro, mais específico, mas com o mesmo objetivo de ser uma solução tão rentável quanto os sistemas conectados à rede”, informa Pintão.

Graças ao sistema de bombeamento solar de água, Teixeira resolveu os problemas por ele identificados. O gado não precisa mais se movimentar ou aguardar que imprevistos sejam eliminados. “Não me preocupar mais com a água do gado dá uma tranquilidade enorme. Antes tínhamos que fazer reparos diários e a verificação contínua do funcionamento. Hoje meus funcionários se ocupam com os animais e não mais com o bombeamento”, comemora Teixeira, que obteve um ganho operacional em seu negócio.

O pecuarista do Tocantins já pensa em aumentar o sistema para outras áreas da fazenda. Ele diz que sua intenção de primeira era fazer um teste com o uso da tecnologia, e como apenas em três meses o retorno já ficou acima do esperado, ele já planeja a expansão do sistema: “Meu plano é colocar mais bombeamento solar, ainda em 2018”, ressalta.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade