REVISTA TAE - Nova Andradina vai receber mais R$ 4,7 milhões em saneamento básico

Esta notícia já foi visualizada 218 vezes.

Nova Andradina vai receber mais R$ 4,7 milhões em saneamento básico

Data:20/02/2018- Fonte:Sanesul

Sistema de Esgotamento Sanitário será ampliado

Estação de Tratamento de Esgoto inaugurada em 2017

Dando continuidade aos investimentos no sistema de esgotamento sanitário de Nova Andradina, o Governo do Estado, por meio da Agência de Gestão de Empreendimentos (Agesul) divulgou na última quinta-feira (15.2) um novo aporte de recursos para a área de saneamento do município. Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) o resultado da licitação que prevê mais R$ 4.698.000,00 milhões para ampliar a rede de esgoto. Esse recurso é proveniente do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).


De acordo com a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) o projeto de ampliação vai beneficiar os bairros Argemiro Ortega, Bela Vista I e II, Durval Andrade Filho, Ulisses Pinheiro, Centro e Vila Operária e ainda prevê a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) existente em 40 litros por segundo, a construção de uma rede coletora com 16 mil metros, 1.721 ligações domiciliares e 1.404 metros de emissário.


Em novembro do ano passado, o Governo do Estado entregou para Nova Andradina outros R$ 5,5 milhões de investimentos em saneamento que contemplaram o município com a ampliação da capacidade da ETE, no bairro Cristo Rei, para 50 litros por segundo; com a construção de uma rede coletora de 13,7 km, 1.102 ligações domiciliares, no Jardim Universitário e ainda o Centro de Diagnóstico de Câncer com esgoto tratado.


Na época da entrega o governador Reinaldo Azambuja destacou a importância dos investimentos em saneamento na qualidade de vida da população. “Investir para ter água com qualidade e esgotamento sanitário é fundamental, porque isso significa qualidade de vida. Você tem uma vida melhor quando tem saneamento”, destacou.


Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra)

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade