REVISTA TAE - Pró Mananciais estimula preservação hídrica em Minas Gerais

Esta notícia já foi visualizada 181 vezes.

Pró Mananciais estimula preservação hídrica em Minas Gerais

Data:21/02/2018- Fonte:www.aesbe.org.br

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) promove, entre os dias 21 e 23 de fevereiro, o 1º Encontro Pró Mananciais. O evento, que acontece no hotel Othon Palace, irá reunir especialistas de renome em preservação hídrica, clima e meio ambiente, com destaque para o teólogo e escritor Leonardo Boff, além de mais de 250 atores sociais participantes do programa, responsáveis pela recuperação de nascentes e mananciais no Estado.

O Pró Mananciais conta com investimento anual de cerca de R$ 20 milhões e é responsável por mobilizar a comunidade e parceiros estratégicos no engajamento para proteger e conservar mananciais utilizados pela Copasa para abastecimento público. O trabalho é realizado por meio do cuidado da proteção e da recuperação das águas, desde a sua nascente até seu ponto de captação. O Programa teve início em 2017, envolvendo 58 cidades. Para 2018 a expectativa é de que sejam beneficiados 149 municípios – um crescimento de mais de 50%. Para implantação do Pró Mananciais, a Copasa prioriza os municípios mais impactados pela crise hídrica e que demandam ações emergenciais de conservação das águas.

Durante os três dias de evento, temas como proteção e recuperação de mananciais, mudanças climáticas, agricultura sustentável e educação ambiental serão debatidos por profissionais de extensa experiência, como Nelton Friederich, ex-diretor de Coordenação e Meio Ambiente da Itaipu e idealizador do Programa Cultivando Água Boa (CAB), chancelado pela UNESCO, e Jair Kotz, ex-superintendente Ambiental da Itaipu e coordenador do CAB – além de representantes da Emater, FEAM e da própria Copasa.

“Este primeiro encontro, que será anual, evidencia a importância do compartilhamento de informações entre os membros do Pró Mananciais e capacita os seus participantes a seguirem na busca de soluções para proteger e preservar as nossas microbacias. Com ações a médio e longo prazo, acreditamos que será possível contribuir para um futuro com mais disponibilidade hídrica, com cidadãos mais conscientes da sua responsabilidade com o meio ambiente”, destaca João Bosco Senra, chefe da assessoria técnica da presidência da Copasa.

Preservação e Conscientização

Além das ações de sensibilização, mobilização e educação ambiental, o Pró Manaciais valoriza o conhecimento e experiência das comunidades. A partir da responsabilidade compartilhada, o Programa, que tem a aprovação da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (Arsae), também busca construir coletivamente o sentimento de pertencimento da população à microbacia de região onde ela está inserida.

Entre as diversas atividades desenvolvidas estão o cercamento de nascentes; cercamento e plantio de mudas nativas em mata ciliar e implantação de bacias de contenção de enxurradas.

Responsabilidade compartilhada

Em sua fase de implantação, o Pró Mananciais mobiliza atores sociais e parceiros locais na busca de soluções para a preservação de uma microbacia. Forma-se então o Coletivo Local de Meio Ambiente (COLMEIA), que participa das etapas de diagnóstico, planejamento, construção e acompanhamento do plano de ações na microbacia escolhida, de maneira participativa e colaborativa. Aplica-se então a metodologia da Oficina do Futuro, já utilizada no Programa Cultivando Água Boa.

Com a formação do COLMEIA, o Pró Mananciais alavanca outros recursos, não só financeiros, mas também humanos e materiais, em que cada participante assume responsabilidades em favor de um bem comum: a preservação dos mananciais de Minas Gerais.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade