REVISTA TAE - O Grupo Suez e a Fundação Race For Water promovem evento inédito na América Central

Esta notícia já foi visualizada 172 vezes.

O Grupo Suez e a Fundação Race For Water promovem evento inédito na América Central

Data:27/02/2018- Fonte:Assessoria de Imprensa

A proteção dos oceanos e a boa gestão de resíduos foi o objeto do evento encerrado com sucesso ontem na Cidade do Panamá promovido pela SUEZ e pela Race For Water

 

RESÍDUOS RECICLADOS, OCEANOS LIMPOS foi o tema da iniciativa liderada pelo Grupo SUEZ e por sua convidada Fundação Race For Water, em Fuerte Amador, Ilha Flamenca, na Cidade do Panamá, com a intenção de sensibilizar a população sobre a necessidade de otimizar a gestão e reciclagem de resíduos que poluem a costa marítima por meio de várias ações locais.

 

A Prefeitura da Cidade do Panamá apoiou a iniciativa porque está convencida de que a prevenção e a educação são as primeiras ações necessárias à implementação de boas práticas para salvar os oceanos. O objetivo do evento foi promover uma mudança de comportamento no que diz respeito a produção, separação e classificação de resíduos no Panamá, considerando que as "ilhas de lixo" aparecem nas regiões do Pacífico e do Caribe.

 

No Panamá e na Colômbia, uma pessoa gera mais de 1,2 kg de resíduos por dia, sendo que a maioria dos quais é despejada em rios e mares, com impactos catastróficos sobre a biodiversidade. A situação é alarmante, uma vez que o Panamá tem uma floresta de manguezal única no mundo, enquanto a Colômbia possui 70% das espécies marinhas típicas da região biogeográfica do Pacífico Oriental Tropical. Assim sendo, é importante identificar e valorizar soluções tecnológicas em termos de gerenciamento de resíduos para preservar esses recursos.

 

RESÍDUOS RECICLADOS, OCEANOS LIMPIOS começou com um seminário para estudantes universitários a bordo do catamarã 100% ecológico da Race For Water, onde os 15 alunos da Universidade Tecnológica do Panamá (UTP) e do A ISMUTH (Escola de Arquitetura) puderam perceber que a boa gestão dos resíduos é essencial no estudo dos problemas de desenvolvimento urbano da cidade do Panamá.

 

"A proteção dos oceanos é uma necessidade na luta contra o aquecimento global e a preservação da biodiversidade", explicou Ana Giros, diretora geral da SUEZ na América Latina. ”Na América Central, o grupo SUEZ considera prioritária a proteção dos oceanos. Por isso oferece soluções concretas para evitar a contaminação dos oceanos. Mais da metade do lixo e das águas residuais gerada nas cidades do Panamá ou Bogotá não é tratada. Rios e praias estão cheias de resíduos perigosos para a preservação da vida marinha. Por isso, a SUEZ quer adotar uma posição firme no desenvolvimento de uma política sustentável de gerenciamento de resíduos "

 

"A Race For Water não só quer alertar o público sobre o estado dos oceanos, quer propor soluções para evitar a poluição marinha, no mar e em terra". A solução ETIA permite transformar os resíduos plásticos em energia, em um valor agregado para a economia dos países ", explica Marco Simeoni, presidente da Fundação Race For Water. "Esta aliança com a SUEZ e esta parada no Panamá é uma oportunidade para ambas as instituições, já que temos valores semelhantes e o mesmo objetivo: reduzir a poluição marinha".

 

A SUEZ está presente na América Central há mais de 50 anos, acompanhando o desenvolvimento de cidades como Panamá e Cartagena das Índias. O Grupo construiu a primeira estação de tratamento de águas residuais no Panamá e várias unidades de tratamento de água potável nas ilhas do Caribe. Hoje, quase 3 milhões de pessoas se beneficiam dos serviços de saneamento do Grupo na América Central, Caribe e Colômbia.

 

 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade