REVISTA TAE - Reaproveitamento da chuva em escola pública será mostrado no Fórum Mundial da Água

Esta notícia já foi visualizada 234 vezes.

Reaproveitamento da chuva em escola pública será mostrado no Fórum Mundial da Água

Data:01/03/2018- Fonte:www.aguaonline.com.br

Foto: Pedro Ventura. Agência Brasília. 

Uma iniciativa de reaproveitamento hídrico na rede pública de ensino ganhará espaço no 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília, de 18 a 23 de março. Em 2015, o Centro Educacional 7, de Ceilândia (DF), começou a instalar um sistema de captação e armazenamento de água da chuva. Hoje, o projeto é usado como exemplo para sensibilizar os alunos sobre o uso consciente do recurso.

No encontro internacional, a unidade de ensino terá direito a um estande, onde alunos e professores mostrarão como a ideia foi desenvolvida e executada. Três estudantes serão escolhidos para se revezar na exposição.

“Serão exibidos vídeos e fotos da época de construção do equipamento, e vamos explicar como funciona”, adianta o coordenador pedagógico, Marcos Borzuk.

Por meio de calhas, instaladas em um dos blocos do colégio, a água escorre da cobertura até três tanques— cada um com capacidade para 20 mil litros. Como a água coletada não é filtrada, ela serve principalmente para limpeza da escola, que tem 76 mil metros quadrados e mais de 2.000 alunos.

“Além disso, a função do equipamento é trabalhada nas salas de aula para ensinar o uso correto do recurso, entre outros conhecimentos importantes”, diz o professor de ciências Werner Bessa Vieira. No ano passado turmas do segundo ano tiveram oportunidade de testar o líquido armazenado nos reservatórios com fitas reagentes para aprender sobre potencial hidrogeniônico (pH).

“O projeto oferece várias possibilidades de ensino interdisciplinar”, acrescenta o coordenador pedagógico. 

O sistema de captação foi sugerido por um ex-aluno. Para viabilizá-lo, a escola firmou parceria com estudantes de engenharia civil da Universidade Católica de Brasília.
Água é utilizada para irrigar horta comunitária

O Centro Educacional 7 conta, ainda, com uma horta comunitária, irrigada com a água dos tanques. Cebolinha, coentro, couve, rabanete, rúcula e salsa são algumas das espécies cultivadas.

O idealizador do projeto foi o professor Gérson Gontijo, que cuida das plantas com a ajuda de alunos. “Alguns dos alimentos produzidos são incorporados ao cardápio do próprio colégio. O restante é distribuído entre os estudantes e professores.”

Assim como o sistema de captação de águas pluviais, a horta vira assunto nas salas de aula. “As propriedades nutricionais e o nome científico das plantas são alguns temas que podem ser abordados”, exemplifica Gontijo.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade