REVISTA TAE - Automação otimiza funcionamento do Sistema Adutor do São Francisco

Esta notícia já foi visualizada 225 vezes.

Automação otimiza funcionamento do Sistema Adutor do São Francisco

Data:05/03/2018- Fonte:www.embasa.ba.gov.br

Foi concluída, neste mês, a implantação do Centro de Controle de Operadores (CCO) do Sistema Adutor do São Francisco, o maior da Unidade Regional de Irecê. O CCO permite o acionamento remoto dos conjuntos motor bomba contidos nas 12 estações elevatórias do sistema, além da visualização em tempo real das informações mais relevantes para operação do sistema.

Entre os objetivos da iniciativa, está a redução do custo relacionado à equipe de operadores que atuavam no sistema adutor, que representava um valor anual de R$ 528 mil. Além disso, havia perda de água bruta – um percentual de 11,5%. A dificuldade de sincronia entre as estações elevatórias, resultando em uma perda de duas horas de abastecimento, também foi um dos motivos para a automação do sistema.

As estações elevatórias agora estão interligadas via rádio e a visualização delas se dá através de um servidor exclusivo para automação, instalado na Estação de Tratamento de Água, em Itaguaçu da Bahia. (Foto)

“O que o operador fazia em campo, agora ele faz em frente ao computador. Consegue operar todo o sistema integrado pelo centro de controle, por conta da interface, possibilitada com o advento da automação”, disse Ângelo Ramos, gerente da Divisão de Manutenção da Unidade Regional de Irecê.

“Com o CCO, podemos gerar relatórios técnicos, registrar o histórico de funcionamento de acordo com o colaborador que acessou o sistema, tudo isso em um banco de dados com pronta visualização”, explicou.

Para o gerente da Unidade, Odirlei Rocha, a automação do Sistema Adutor do São Francisco representa um grande passo visando dar subsídio a quem está na operação. “Essa é uma ferramenta de gestão importantíssima, já que oferece todo esse controle do sistema”, comentou.

Na última semana, operadores, equipes das divisões de Operação Água e de Manutenção se reuniram na ETA de Itaguaçu para conhecer melhor o programa de automação, e tirar dúvidas sobre o seu funcionamento.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade