REVISTA TAE - 8º Fórum Mundial da Água: Infraestrutura natural para segurança hídrica e adaptação à mudança do clima são debatidas em evento paralelo

Esta notícia já foi visualizada 245 vezes.

8º Fórum Mundial da Água: Infraestrutura natural para segurança hídrica e adaptação à mudança do clima são debatidas em evento paralelo

Data:20/03/2018- Fonte:Assessoria de Imprensa

Side event promovido pela Fundação Grupo Boticário apresenta dois estudos de caso que tornaram possíveis a implantação de Soluções Baseadas na Natureza

A Natureza como Solução Integradora será o tema do side event promovido pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza nesta quarta-feira (21/03), durante o 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília-DF.

O encontro, que acontece às 17h, irá abordar os benefícios da infraestrutura natural para segurança hídrica e adaptação à mudança do clima, ilustrados pela apresentação de dois estudos de caso em municípios brasileiros, ambos realizados pela Fundação Grupo Boticário. Um deles – executado em parceria com a World Resources Institute (WRI), The Nature Conservancy(TNC), Instituto BioAtlântica (IBIO), União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) e FEMSA Foundation – contempla o Sistema Cantareira e, consequentemente, três estados - São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. A intenção do projeto, ainda em desenvolvimento, é investir no avanço dos programas de infraestrutura natural nessas localidades e dar relevância nacional por meio de recomendações aos empreendimentos, provedores de água, agências públicas e governos, com o objetivo de aumentar os investimentos no uso de infraestrutura verde como parte da solução para a segurança hídrica no Brasil.

O segundo case é referente ao projeto “Produtor de Água do Rio Vermelho”, realizado em São Bento do Sul (SC) pela Prefeitura da cidade e pelo Serviço Autônomo de Água Esgoto (SAMAE) – autarquia vinculada à Prefeitura. A iniciativa, que utiliza a metodologia Oásis, conta com 17 propriedades contratadas que contribuem para a conservação de cerca de 450 hectares de Floresta com Araucárias, uma das mais ameaçadas do Brasil, por meio de Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA).

O Oásis é uma iniciativa de PSA - desenvolvida pela Fundação Grupo Boticário - estruturada em uma rede de impacto, que promove a valorização dos ambientes naturais por meio de mecanismos de incentivo econômico a proprietários que se comprometam com a conservação das áreas naturais e a adoção de práticas conservacionistas de uso do solo.

“O objetivo desse evento será discutir oportunidades para investimentos em infraestrutura natural, apresentando o panorama de investimentos no mundo e estudos de caso realizados no Brasil. Queremos sensibilizar e capacitar tomadores de decisão dos setores público e privado, profissionais que atuam com recursos hídricos e instituições financeiras, sobre as vantagens de incorporar a natureza como elemento estratégico nas tomadas de decisão e como solução conciliadora, que gera múltiplos benefícios para a economia e para a sociedade”, destaca o analista de projetos ambientais da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e moderador do evento, Thiago Valente.

Sobre a Fundação Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial. A Fundação Grupo Boticário apoia ações de conservação da natureza em todo o Brasil, totalizando mais de 1.500 iniciativas apoiadas financeiramente. Protege 11 mil hectares de Mata Atlântica e Cerrado, por meio da criação e manutenção de duas reservas naturais. Atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e nas políticas públicas, além de contribuir para que a natureza sirva de inspiração ou seja parte da solução para diversos problemas da sociedade. Também promove ações de mobilização, sensibilização e comunicação inovadoras, que aproximam a natureza do cotidiano das pessoas.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade