REVISTA TAE - Sanepar investe mais R$ 22,5 milhões em Londrina

Esta notícia já foi visualizada 192 vezes.

Sanepar investe mais R$ 22,5 milhões em Londrina

Data:23/03/2018- Fonte:Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar)

Contrato de financiamento foi assinado nesta quinta para obras que vão ampliar sistema de abastecimento de água em Londrina, Cambé e distritos

O presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Mounir Chaowiche, anunciou na manhã desta quinta-feira (22) investimentos de R$ 22,5 milhões em obras que vão ampliar o sistema de abastecimento de água integrado Londrina/Cambé e nos distritos de Guaravera, Irerê, Maravilha, Selva e Warta. 

A assinatura do contrato de financiamento das obras foi durante evento na Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL). O documento foi assinado por Chaowiche, pelo governador Beto Richa, pelo prefeito Marcelo Belinati e pelo representante da Caixa Econômica Federal, Rogerio Willens.

Os contratos assinados são para obras de reforço nas estações que fazem o bombeamento de água do Sistema Tibagi, que abastece Londrina e Cambé, e de construção de reservatórios e implantação de melhorias nos sistemas dos poços de Guaravera, Irerê, Maravilha, Selva e Warta.

EM CONSTRUÇÃO – Essas obras vão se somar a três novos reservatórios em Londrina e um em Cambé, que estão sendo construídos com investimentos em torno de R$ 23 milhões. Em Londrina, um reservatório fica no cruzamento das avenidas Madre Leônia Milito e Ayrton Senna, com capacidade de 10 milhões de litros; um fica no Conjunto Semíramis, com capacidade de 2,7 milhões de litros; e um no Ouro Branco com capacidade de 5 milhões de litros. Em Cambé, está em construção o Reservatório Esperança, de 7,2 milhões de litros.

INVESTIMENTOS CRESCENTES – Desde 2011, o total de investimentos em obras de água e de esgoto já realizadas e com recursos assegurados em Londrina são de R$ 545 milhões. Deste total, já foram investidos R$ 280 milhões, sendo que a maior obra foi a de ampliação do Sistema Tibagi, que teve dobrada sua capacidade de produção de água de 1.200 litros por segundo para 2.400 l/s.
 
Entre as obras que estão em andamento, os recursos são de R$ 90 milhões para os sistemas de água e de esgoto. Um exemplo é a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Sul. E estão assegurados R$ 175 milhões, com projetos que reforçam o abastecimento de água e ampliam o atendimento na área de esgotamento sanitário. “Graças a esses investimentos que não param, o índice de saneamento de Londrina é um dos melhores do país. Em 2011, o atendimento com rede coletora na cidade era de 80%. Em fevereiro, chegamos a 93%. E 100% do esgoto coletado é devidamente tratado”, afirma o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade