REVISTA TAE - Sanepar investe mais R$ 90 milhões em novas obras no Norte do Estado

Esta notícia já foi visualizada 124 vezes.

Sanepar investe mais R$ 90 milhões em novas obras no Norte do Estado

Data:27/03/2018- Fonte:Sanepar

Em muitos municípios, Companhia implanta pela primeira vez serviços de coleta e tratamento de esgoto
 
O Norte do Paraná vai receber uma injeção de investimentos em obras de saneamento, que vão reforçar o abastecimento de água e ampliar o atendimento com coleta e tratamento de esgoto. São R$ 90 milhões em novas obras, anunciadas pelo presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Mounir Chaowiche, que visitou a região nesta quinta e sexta-feira (22 e 23). Em alguns municípios, a Sanepar irá implantar pela primeira vez o serviço de esgotamento sanitário.  
 
É o caso de Leópolis. Mounir anunciou investimento de R$ 8 milhões para a construção de uma estação de tratamento de esgoto (ETE) e assentamento de 16,6 km de tubulações, que vão atender inicialmente 580 famílias. “Este dia fica marcado na história do município como uma grande conquista para a população. Já deixamos de receber uma empresa que geraria emprego e renda em nossa cidade por falta de serviço de esgoto”, disse o prefeito de Leópolis, Alessandro Ribeiro.
 
O presidente da Sanepar ressaltou que, depois de atender aos grandes municípios do Estado, a Companhia está dirigindo sua atenção aos pequenos, mesmo que nessas localidades o serviço não tenha rentabilidade. Isso é possível com a prática do subsídio cruzado, em que a rentabilidade dos municípios maiores subsidia o atendimento aos municípios menores. E todos pagam a mesma tarifa. “Isso é política de saúde pública. Os serviços da Sanepar diminuem as filas dos postos de saúde”, disse Mounir.
 
A Sanepar, hoje, tem os melhores indicadores de saneamento do Brasil. Nos 345 municípios em que presta serviços, 100% da população urbana é atendida com água tratada e 72% tem acesso à rede coletora de esgoto. E todo o esgoto coletado recebe tratamento adequado. “Em 2011, esse atendimento era de 51%. Nosso planejamento prevê, em 5 anos, atingirmos 80% da população com acesso à rede coletora e ao sistema de tratamento”, afirma o presidente. No Brasil, 83% da população tem acesso à água tratada, 50% da população tem coleta de esgoto e apenas 42% do esgoto é tratado.
 
CORNÉLIO PROCÓPIO – Mounir Chaowiche esteve também no Distrito de Congonhas, em Cornélio Procópio, onde anunciou investimento de R$ 5,5 milhões para a implantação do sistema de esgotamento sanitário. Ali, haverá a instalação de uma ETE modular e a implantação de 18 km de tubulação, atendendo todas as 481 famílias do distrito. “Neste ano em que Cornélio completa 80 anos este é o maior presente que o município poderia receber”, disse o prefeito Amin Hannouche.
Para a cidade de Cornélio, foram anunciados também investimentos de R$ 392 mil para ampliar a rede coletora em 4 km, beneficiando 211 famílias. Com isso, Cornélio passa de 96% para 97%, um dos melhores indicadores do Estado. No sistema de água, a Sanepar vai investir mais R$ 306 mil com a extensão de 2 km de rede para atender o Centro Tecnológico da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná).
 
AMUNOP - Reunido com prefeitos da Associação dos Municípios (Amunop) na manhã de sexta, Mounir garantiu que todos os municípios da Amunop atendidos pela Sanepar vão ter serviço de esgotamento sanitário. Dos 19 municípios da entidade, 11 têm contrato com a Sanepar. Os 7 que ainda não têm o serviço e vão receber obras para isso são: Leópolis, Sapopema, Nova América da Colina, Congonhinhas, São Sebastião da Amoreira, Rancho Alegre e Santa Amélia.
 
Em Sapopema, as obras de implantação do sistema já estão em andamento. Mounir visitou o local, junto com o prefeito Gimerson de Jesus Subtil, com gerentes, coordenadores e técnicos da Sanepar. Os investimentos são em torno de R$ 7 milhões. Estão sendo construídas uma ETE, quatro estações elevatórias e implantados 17,5 km de tubulação. "Saneamento era um grande problema para nós. Como nosso solo não tem percolação, o esgoto estava poluindo para as nossas belezas naturais. Estas obras da Sanepar vão, inclusive, nos ajudar a potencializar turismo e o desenvolvimento em geral", disse o prefeito.
 
AMPLIAÇÃO – Em Curiúva, a Sanepar anunciou mais R$ 20 milhões para ampliar o sistema de coleta de esgoto, com mais 48,7 km de tubulação e construção de uma estação elevatória. Mais 2.100 famílias serão incluídas no sistema. O abastecimento de água também será reforçado com obras de R$ 1,7 milhão para colocar em funcionamento mais um poço, implantar e fazer adequações de estações elevatórias de água, implantar um reservatório de 100 mil litros e ampliar a rede de distribuição. “Com esse investimento da Sanepar, 70% da população terá cobertura com esgoto coletado e tratado”, disse o prefeito Nato Moura.
 
Mounir também assinou, em Curiúva, contrato com a Caixa Econômica Federal de R$ 30 milhões para ampliação e melhoria do sistema de esgotamento sanitário de Ibaiti. Será construída uma nova ETE, o que possibilitará a desativação da ETE existente. Além disso, serão implantados 55 km de tubulação, construídas duas estações elevatórias, garantindo que mais 3.200 famílias tenham o serviço.
 
Em Uraí, a Sanepar anunciou mais R$ 700 mil para ampliar em 7,5 km a extensão da rede coletora, beneficiando mais 415 famílias. “Nosso índice de atendimento passará de 82% para 93%. Isso é uma vitória para a população”, comemorou o prefeito Carlos Roberto Tamura. Também foi assinado contrato de R$ 2,6 milhões para a construção de dois reservatórios de 100 mil litros cada e a substituição de 16 km de rede de distribuição de ferro fundido. “Quero também agradecer as obras, já em andamento, de adequações do sistema do Distrito Cruzeiro do Norte. Agora, não vai mais faltar água para aqueles moradores. Sem parceria, não dá para caminhar”, disse o prefeito.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade