REVISTA TAE - Indústria debate desafios pós 8º Fórum Mundial da Água

Esta notícia já foi visualizada 243 vezes.

Indústria debate desafios pós 8º Fórum Mundial da Água

Data:27/03/2018- Fonte:Fiesp / Ciesp

No dia 28, evento debate o que pode ser feito após Fórum Mundial da Água, mais a entrega de Prêmio de Conservação e Reúso de Água

No próximo dia 28, quarta-feira, a indústria irá avaliar os reflexos para o setor diante das discussões ocorridas no 8º Fórum Mundial da Água, realizada recentemente, em Brasília. O objetivo do encontro é estabelecer as ações necessárias frente a políticas públicas e privadas a fim de assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) da Agenda 2030.

Serão realizados dois painéis. O primeiro deles terá como foco o Fórum Mundial da Água, compreendendo sua importância e o que será feito, na prática, no Estado de São Paulo, com o intuito de se evitar futura crise hídrica. Integram o painel representantes do governo, do Pacto Global, ONGs e da agricultura, que sofre severo impacto com a disponibilidade de água.

Conheça os debatedores deste painel: Christianne Dias Ferreira, à frente da Agência Nacional de Águas (ANA); Benedito Braga, secretário Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos e Presidente do Conselho Mundial da Água; Rubens Naman Rizek Junior, secretário de Estado Adjunto de Agricultura e Abastecimento de São Paulo; a CEO Giuliana Chaves Moreira (Water Mandate/Rede Brasil do Pacto Global); Bruno Lucchi, superintendente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil; Samuel Barreto, gerente Nacional de Água da The Nature Conservancy Brasil.

No segundo painel, foco para a Governança da Água no Setor Industrial, com a apresentação de cases a cargo de Daniela Gil Rios, gerente de Relações Governamentais da Procter & Gamble; e José Orlando Ferreira, gerente da Qualidade Integrada da Raizen.

Durante o evento será lançado o Manual de Uso Racional de Água no Setor Industrial, da CNI/FIESP, com o objetivo de nortear essa agenda na sociedade. Após 20 anos da aprovação da Lei n. 9.433/1997, que instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos, há desafios a serem superados.

Participam deste painel, Percy Soares Neto, coordenador da Rede de Recursos Hídricos da Indústria da CNI; Anicia Pio, gerente do Departamento de Meio Ambiente da Fiesp; Ivanildo Hespanhol, diretor-presidente do Centro Internacional de Reúso de Água (CIRRA); Alexandre Magno Barbosa Moreira, da Suez Brasil; e Carlos Filartiga, gerente de Eficiência Energética da Spirax–Sarco Indústria e Comércio Ltda.

Para encerrar a programação do dia, por volta das 18h30, serão conhecidos os vencedores e será realizada a cerimônia de entrega do Prêmio de Conservação e Reúso de Água, que se encontra em sua 13ª edição. Uma forma de prestigiar as indústrias que possuem boas práticas e projetos voltados à água. Em 2018, inscreveram-se 19 empresas na categoria grande e médio porte e 6, de micro e pequeno porte, totalizando 25 inscritos. Entre eles, representantes dos setores de perfumaria e cosméticos, químico e metalúrgico, entre outros. Os projetos podem ser acessados pelo link: http://hotsite.fiesp.com.br/premioagua/2018/projetos/

SERVIÇO

Desafios pós 8º Fórum Mundial da Água e Cerimônia de Entrega do Prêmio de Conservação e Reúso de Água – 13ª Edição

Dia e horário: 28 de março, quarta-feira, das 14h às 18h30

Local: avenida Paulista, 1313, auditório 15º andar

Mais informações: http://www.fiesp.com.br/agenda/desafios-pos-8o-forum-mundial-da-agua/








+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade