REVISTA TAE - Agência Francesa de Desenvolvimento destaca investimentos da CASAN em Santa Catarina

Esta notícia já foi visualizada 179 vezes.

Agência Francesa de Desenvolvimento destaca investimentos da CASAN em Santa Catarina

Data:02/04/2018- Fonte:www.casan.com.br

Depois de visitas a obras de esgotamento sanitário da CASAN, a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) está divulgando os investimentos que vão levar Santa Catarina a um novo patamar no ranking nacional de saneamento.

Com destaque para o “Programa de Saneamento Ambiental de Cidades de Médio Porte”, financiado pela própria agência francesa de fomento, o texto lembra que desde 2012 a Companhia estatal catarinense vem implementando um “ambicioso projeto para incrementar o tratamento de esgotos das cidades do interior do Estado no Sul do Brasil”.

A reportagem revela que a iniciativa está alcançando aproximadamente 200 mil moradores do Estado e oferecerá todo um complexo de benefícios de qualidade de vida às populações, assim como contribuirá para a preservação do meio ambiente, reduzirá gastos com saúde e permitirá o desenvolvimento do turismo”.

O Programa financiado pela AFD prevê investimentos de 100 milhões de euros (aproximadamente R$ 410 milhões) em 16 municípios beneficiados. A reportagem observa, porém, que este é apenas parte de um “completo projeto de saneamento para toda a Santa Catarina”, financiado pelo Governo Federal e outras organizações internacionais. De fato, em outros 15 municípios do Estado a CASAN está investindo em projetos de esgotamento sanitário, mas são verbas da japonesa JICA, da Caixa Federal, do BNDES ou do Orçamento Geral da União (OGU).

Sobre o Programa viabilizado com recursos franceses, a matéria lembra que Santa Catarina é o quinto Estado mais rico do Brasil em termos de PIB per capita, mas apenas o 13º (de 27) em termos de tratamento de esgoto (15% da população, contra uma média nacional de 55%). Quando todos os programas em andamento estiverem concluídos, Santa Catarina espera chegar aos cinco ou seis melhores colocados do ranking nacional, com cerca de 49% de cobertura da população.

Acompanhado de um grupo de repórteres de veículos de imprensa da França, os profissionais do setor de Comunicação da própria AFD visitaram a cidade de Curitibanos no mês de março. Curitibanos é uma das cidades beneficiadas pelos financiamentos da agência. Entrevistaram moradores de Curitibanos, uma assistente do Programa Sócio-Ambiental e o prefeito da cidade, José Antonio Guidi, para contextualizar a importância da obra para a cidade no presente e no futuro.

A frente de trabalho da futura Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), modelo mais grandioso que outras no Estado, está em bom ritmo. A obra iniciada em junho de 2016 deve ser finalizada no próximo Verão. “A Estação vai tratar 40% do esgoto da cidade e, na sequência, descarregar efluente de 95% a 98% puro”, explica Márcio Rosa, um dos engenheiros da construção. Um mal menor, comparado com a atual situação: “Hoje, a maioria dos pontos de água e cursos estão poluídos”.

A reportagem francesa termina assinalando um importante pensamento. “Em Santa Catarina - e no Brasil -, saneamento ainda não tem muito impacto em termos de imagem, diferentemente do acesso à água tratada, considerado sempre mais fundamental. Ainda assim o sistema de esgotamento em execução terá múltiplos benefícios de longo prazo para a população de Santa Catarina, incluindo maiores benefícios econômicos.



+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade