REVISTA TAE - Suez participa da criação do Instituto Prairie, dedicado à Inteligência Artificial em Paris

Esta notícia já foi visualizada 129 vezes.

Suez participa da criação do Instituto Prairie, dedicado à Inteligência Artificial em Paris

Data:25/04/2018- Fonte:Assessoria de Imprensa

O Centro Nacional de Pesquisa Científica (Centre National de la Recherche Scientifique CNRS), o The French Institute for Research in Computer Science and Automation  (Inria), PSL Universidade, as empresas SUEZ, Amazon, Criteo, Facebook, Faurecia, Google, Microsoft, NAVER Labs, Nokia Bell Labs, o Grupo PSA, Valeo, se uniram para criar o Instituto PRAIRIE - Instituto de Pesquisa de Inteligência Artificial de Paris, que pretende ser a referência internacional em inteligência artificial nos próximos cinco anos.

 

Ao juntar instituições acadêmicas e empresas, o Instituto PRAIRIE elegeu três objetivos principais: 1. contribuir significativamente para o avanço do conhecimento fundamental em inteligência artificial (IA) livremente disseminada dentro da comunidade científica internacional; 2. participar da resolução de problemas concretos com alto impacto de aplicação; e 3. contribuir para a formação no domínio da inteligência artificial.

 

O PRAIRIE nasce na França porque o país conta com líderes mundiais em disciplinas-chave, tais como, aprendizado estatístico, robótica, processamento automático de linguagem natural e fala ou visão artificial. Reunindo pesquisadores de classe mundial, excelente treinamento, empresas prontas para enfrentar o desafio da próxima revolução e um ecossistema de inovação altamente dinâmico, a França cumpre todas as condições para incorporar inovação em inteligência artificial. O Instituto PRAIRIE tem a ambição de propor um novo modelo de convergência dos mundos acadêmico e industrial.

 

O Instituto PRAIRIE receberá em Paris pesquisadores juniores e seniores, pesquisadores de doutorado e pós-doutorado, bem como visitantes. Promovendo o intercâmbio entre o ambiente acadêmico e industrial, o PRAIRIE quer  treinar as novas gerações de pesquisadores em inteligência artificial e desempenhar o papel de fomentador da comunidade científica. 

 

O trabalho terá uma abordagem integrada dos dois eixos tradicionais: pesquisa upstream, apoiada por instituições parceiras de excelência na França e no exterior, além de pesquisa e aplicações orientadas para o negócio, apoiadas por parceiros industriais, entre eles, líderes mundiais em seus campos de atuação.

 

A integração entre os temas de pesquisa facilitará a sinergia entre os dois eixos do Instituto PRAIRIE, permitindo que pesquisadores transitem facilmente de um para o outro por meio de parcerias estratégicas. A rede internacional de parceria com centros de excelência em inteligência artificial já gerou a assinatura de acordos de cooperação com o Centro de Ciência de Dados na New York University, com o Laboratório de Inteligência Artificial na Universidade de Berkeley (BAIR), com o Instituto de Robótica da Universidade Carnegie Mellon, em Pittsburgh, com o Instituto Turing, em Londres, entre outros.  

 

Além de estar aberto a futuros membros acadêmicos e industriais, o PRAIRE também vai oferecer um programa de participação para pequenas e médias empresas, startups inovadoras, além de abrir a possibilidade delas estabelecerem laboratórios conjuntos com grandes grupos. No portfólio do PRAIRE também estão eventos, workshops e seminários que ajudem o intercâmbio de conhecimento sobre inteligência artificial. Mas o treinamento está no centro das preocupações do Instituto PRAIRIE, pois quer desempenhar um papel que impacte decisivamente no panorama da educação superior. 

 

O instituto será inaugurado ainda no primeiro semestre de 2018.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade