REVISTA TAE - Consórcio PCJ debate uso sustentável da água em regiões metropolitanas durante workshop em Campinas

Esta notícia já foi visualizada 128 vezes.

Consórcio PCJ debate uso sustentável da água em regiões metropolitanas durante workshop em Campinas

Data:27/04/2018- Fonte:Consórcio PCJ

O Agropolo, plataforma que conglomera várias instituições nas áreas agricultura, alimentação, biodiversidade, bioenergia, química verde e desenvolvimento sustentável, realizou nos dias 24 e 25 de abril, no Instituto Agronômico de Campinas (IAC), o 11º Workshop em Bioeconomia, tendo como tema central o “Uso Sustentável da Água”. O secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, participou na manhã da última terça-feira (24) do painel no qual abordou a gestão da água em regiões metropolitanas.

Lahóz destacou os modelos internacionais de gerenciamento dos recursos hídricos, esclarecendo que o modelo brasileiro foi inspirado na experiência francesa, atentando que a cooperação entre os dois países completa 30 anos em 2018. Ele ainda abordou as parcerias entre o Consórcio PCJ com a Confederação Hidrográfica do Júcar, na Espanha, e mais recentemente, em face da crise hídrica, a troca de experiências tecnológicas com Israel.

Durante a apresentação, o secretário executivo do Consórcio PCJ pontuou como sendo um dos gargalos tecnológicos no desenvolvimento de modelos de gestão, a questão das atribuições das instituições num momento de crise. “Não adianta nada ter um sistema de monitoramento das águas em regiões metropolitanas se quando houver uma crise não ter muito claro as competências e responsabilidades de cada órgão na gestão, bem como quem será o coordenador de todo o processo”, disse Lahóz.

O setor rural tem papel central na gestão da água em regiões metropolitanas, de acordo com Lahóz. A execução de curvas de nível e bacias de retenção retêm as águas das chuvas nas áreas rurais, alimentando as nascentes, ao mesmo tempo que contribui para reduzir as ondas de pico de enchentes nas áreas urbanas.

O 11º Workshop em Bioeconomia teve como objetivo promover o debate e a discussão entre especialistas da iniciativa privada, de instituições de pesquisa e ensino, do governo e da sociedade civil para identificar as oportunidades e os desafios para o desenvolvimento de estratégias efetivas para a sustentabilidade dos recursos hídricos.

Segundo os organizadores, o resultado do worskhop será a elaboração de um roadmap tecnológico com as principais diretrizes para políticas públicas, pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação necessárias para o desenvolvimento de um modelo de gerenciamento da água.

O próximo Workshop já está agendado para os dias 28 e 29 de maio, que acontecerá no Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), em Campinas, e terá como tema “Tecnologias para processamento de alimentos e bebidas: Inovação, Transferência de Tecnologia e Saúde Pública”. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site: http://www.agropolocampinasbrasil.org

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade