REVISTA TAE - Governo da Bahia autoriza ampliação do sistema de abastecimento de Macajuba, Itaberaba, Baixa Grande e Ruy Barbosa

Esta notícia já foi visualizada 154 vezes.

Governo da Bahia autoriza ampliação do sistema de abastecimento de Macajuba, Itaberaba, Baixa Grande e Ruy Barbosa

Data:04/05/2018- Fonte: Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. - Embasa

Moradores dos municípios de Macajuba, Itaberaba, Baixa Grande e Ruy Barbosa serão beneficiados com um importante reforço no abastecimento de água. Na quarta-feira (2), em Macajuba, na Chapada Diamantina, o governador Rui Costa autorizou a ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento e Água (SIAA). A obra será executada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento, estatal vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento do Estado da Bahia (SIHS). O investimento de R$ 11 milhões, com recursos da Sudene e próprios da Embasa, beneficiará cerca de 131 mil pessoas.

“Por onde eu passo, falo que água é sinônimo de vida e de saúde. Quando a população consome água tratada de qualidade, tende a ter uma saúde melhor, assim como quando a gente cuida dos alimentos que a gente ingere. O investimento autorizado hoje é muito importante, porque atende também mais três municípios. Estamos iniciando as obras com novas adutoras e novas ligações”, afirmou Rui Costa.

A obra ampliará a capacidade de produção de água de 800 para 900 m3/h, com intervenções em captação, adução, estação de tratamento de água, reservatórios e rede de distribuição.

Esgotamento sanitário

A implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Macajuba também foi autorizada nesta quarta-feira, no valor de R$ 11,8 milhões, com recursos provenientes da Funasa e próprios da Embasa. “Esse tipo de obra é fundamental para a saúde das pessoas e também para preservar o meio ambiente. O ideal é recolher o esgoto e tratar antes de dar o destino final a ele. Acredito que uma cidade que tem resolvido o problema de água e esgoto, se capacita para atrair investimentos”, declarou o governador. 

A obra contará com a implantação de 21 quilômetros de rede coletora, 11 km de ramais prediais, duas estações elevatórias, estação de tratamento de esgoto e emissário.

Foto: Paula Fróes/GOVBA

 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade