REVISTA TAE - Bentley Systems adquire 2 empresas: Plaxis e SoilVision

Esta notícia já foi visualizada 164 vezes.

Bentley Systems adquire 2 empresas: Plaxis e SoilVision

Data:04/05/2018- Fonte:Assessoria de Imprensa

O ambiente de modelagem abrangente agora engloba colaboração geoestrutural 
e geoambiental

A Bentley Systems, Incorporated, uma empresa líder no mundo de soluções de software abrangentes para infraestrutura avançada, anunciou hoje a aquisição da Plaxis, uma fornecedora líder em software geotécnico, com sede em Delft, Holanda, e o contrato para adquirir a fornecedora de software de engenharia agrária, a SoilVision, com sede em Saskatchewan, Canadá. As aquisições, com o software líder no mercado de geração de relatórios de poços e gerenciamento de dados da Bentley, o gINT, fazem com que a Bentley seja uma fonte completa para os profissionais geotécnicos, que estejam “entrando na era digital.” Por fim, os avanços BIM podem ser estendidos para a engenharia de subsuperfície, indispensável para todos os projetos de infraestrutura.

Os projetos começam, necessariamente, com pesquisas e amostragens geotécnicas, capturadas com o gINT, para a documentação e geração de relatórios versáteis. Em seguida, os profissionais executam a engenharia relacionada às propriedades e comportamentos do solo e vazão de lençol freático, usando os aplicativos SVOFFICE da SoilVision, complementados pelas opções da Plaxis. Em seguida, é analisada a interação da estrutura do solo por meio do software de projeto, simulação e engenharia da Plaxis (por exemplo, PLAXIS 2D, PLAXIS 3D).
 
A nova oportunidade, por meio dos fluxos de trabalho digitais proporcionados pelo ambiente de modelagem abrangente da Bentley, serve para aplicações em geotecnia para ser integrada com os aplicativos estruturais da Bentley (como STAAD, RAM, e SACS) para o desempenho sem precedentes da engenharia geoestrutural. Como as alterações podem ocorrer nos requisitos do proprietário, nas estratégias estruturais ou nas condições do local (por meio de pesquisas realizadas continuamente em VANTs e no ContextCapture da Bentley para modelagem da realidade), análises geotécnicas podem ser sempre aplicadas para resultados aprimorados, já que são gerenciadas por serviços de colaboração do ProjectWise.

Para as demandas de infraestrutura atuais, considerações geotécnicas estão tomando a frente.  A urbanização, por exemplo, conduz o crescimento vertical e subterrâneo, com ênfase na capacidade de fundações e túneis. Novos projetos de infraestrutura de todos os tipos dependem de barragens, diques, aterros e reservatórios construídos para melhorar a resistência. Além disso, novos tipos de recursos, como estruturas de turbinas eólicas, exigem novos recursos de análise geotécnica, nesse caso, para serem realizadas com o novo software MoDeTo da Plaxis.
 
Como ativos de infraestrutura são essencialmente de subsuperfície de arredores, eles são vulneráveis a riscos ambientais geográficos, incluindo atividade sísmica, sedimentação e impactos climáticos. O aproveitamento de novos fluxos de trabalho digitais que incorporam monitoramento e análise em tempo real durante as operações de infraestrutura, permite que os profissionais geotécnicos desempenhem um papel cada vez mais importante, o qual merecem, na obtenção de resistência geoambiental.

O CEO da Bentley Systems, Greg Bentley, disse: "Meus colegas e eu damos as boas-vindas às equipes da Plaxis e SoilVision, que têm em comum o zelo de aplicar a ciência para oferecer melhores práticas de engenharia. Dr. Ronald Brinkgreve da Plaxis e Dr. Murray Fredlund, fundador da SoilVision, exemplificam isso. Acredito que cada engenheiro geotécnico se beneficiou com o avanço contínuo da Plaxis , no escopo e na qualidade das ferramentas para suas disciplinas que agregam valor. Com uma equipe de gerenciamento profissional e dedicada liderada por Jan-Willem Koutstaal, a Plaxis tornou-se uma das empresas de software mais bem sucedidas que já vi.”

Bentley ainda disse: "Enquanto a maioria das disciplinas de engenharia de infraestrutura convergiram em torno de modelos intuitivos em 3D, as aplicações geotécnicas parecem ter seguido um caminho de pouco desenvolvimento graficamente intensivo, e, portanto, permanecem isoladas de fluxos de trabalho de disciplinas cruzadas. Essa mentalidade "desconectada” prevaleceu mesmo quando as empresas Plaxis, SoilVision e gINT incorporaram as inovações em 3D. O ambiente de modelagem abrangente de nossa plataforma BIM irá, finalmente, adotar a profissão geotécnica em fluxos de trabalho digitais para todos os projetos e recursos de infraestrutura.”

Tony O´Brien, líder de prática global de geotecnia da Mott MacDonald, disse: “A PLAXIS é uma de nossas principais ferramentas de análise, que está sendo usada em toda a nossa prática global de geotecnia. Quando usado por especialistas experientes, o software da PLAXIS pode analisar a maioria de nossos problemas mais complexos de interação da estrutura do solo. Com os cuidados da Bentley, temos grandes expectativas, as quais podemos concretizar por meio de fluxos de trabalho digitais, que se tornaram possíveis através da integração de tecnologia PLAXIS  com o ambiente abrangente de modelagem da Bentley—fluxos de trabalho que são compatíveis com o compromisso da Mott MacDonald de pensar e solucionar desafios complexos de infraestrutura.” 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade