REVISTA TAE - Governo e CAEMA entregam novo Sistema de Abastecimento de Água para Barra do Corda

Esta notícia já foi visualizada 136 vezes.

Governo e CAEMA entregam novo Sistema de Abastecimento de Água para Barra do Corda

Data:07/05/2018- Fonte:Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA)

A população de Barra do Corda comemorou o aniversário da cidade no dia 3 de maio, e, justamente nesta data, quando completa 183 anos, o município recebeu definitivamente um novo Sistema de Abastecimento de Água Tratada, construído pelo Governo do Estado, por meio das ações da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA).
 


Ao todo foram investidos mais de R$ 2,3 milhões para que o novo sistema de abastecimento de água de Barra do Corda seja capaz de cumprir o seu papel no município, de acordo com a demanda instalada na sede. A medida integra as ações estratégicas do Programa de Recuperação de Sistemas (PRS), que visa reabilitar sistemas operados pela Companhia no interior do estado.
 
Além de Barra do Corda, outros 79 estão recebendo intervenções técnicas para que se adequem às necessidades e demandas geradas pelo crescimento nestes municípios. As intervenções feitas recuperaram toda a estrutura de captação superficial, às margens do rio Corda: flutuante, extensão do curso do sistema de captação de água bruta (adutoras e recalques), chegando até a Estação de Tratamento de Água (ETA), onde ocorre todo o processo para a potabilidade.
 
Na captação, a obra priorizou a troca das bombas antigas e desgastadas, três novos conjuntos moto-bombas de maior potência (60cv), com vazão de 380 mil litros por segundo cada.Além da substituição destes equipamentos, havia ainda a necessidade de uma nova rede adutora de 400 milímetros de diâmetros, para adução de mais água. Com a implantação dela, todo este volume pode ser levado até o parque de tratamento da Estação.
 
Já na ETA, foram reformados o leito filtrante, trocadas as palhetas e instaladas três novas bombas de alta capacidade, adquiridas para recalcarem a água já tratada para o principal reservatório de distribuição na cidade. Dentro de todo o escopo da obra também foram concretizadas a parte civil, para melhorar o aspecto do local e dar maior funcionalidade e condições para resguardo dos equipamentos e insumos.
 
De acordo com Luciano Cavalcante, Gerente da Regional da Caema de Presidente Dutra, à qual Barra do Corda faz parte, a mais emblemática dessas obras civis sanou um problema técnico que já perdurava boa parte dos 19 anos que a ETA está em atuação.
 
“As bombas que operavam captando água bruta nas proximidades do rio, ficavam acondicionadas em um contêiner, o que não possibilitava condições ideais para essa finalidade, dificultando, inclusive, as manutenções. Esta era uma situação que já vinha de outras gestões e governos, por conta da falta de investimentos e um olhar mais sensível para este sistema ao longo de quase duas décadas, tempo que ele já existe”, ressalvou o gerente.
 
Nas obras civis, acrescenta-se ainda a reforma e ampliação da casa de química para guarda de insumos, reforma do laboratório bacteriológico e de físico-química, bem como quarto-vestiário para operadores, demonstrando também respeito e preocupação com o bem-estar dos operadores na troca de turno ou horário de descanso.
 
Mais água nas torneiras
 
A obra para reforma e ampliação do novo Sistema de Abastecimento de Barra do Corda, permitiu, na verdade, um grande reforço de vazão destinada às casas dos moradores da sede. A vazão praticamente dobrou com o aumento da capacidade de produção de água tratada, para atender um total de 15 mil ligações ativas no município, além de levar mais água para áreas já servidas pelo sistema como o Altamira, Trizidela, Incra, Centro, entre outros.
 
Isto tudo, além de tornar o sistema mais eficiente, também vai deixá-lo mais abrangente, visto que, com esse incremento de vazão, o sistema pode aumentar o raio de alcance do serviço de abastecimento, ampliando também o número de clientes atendidos. Isto é possível porque houve ampliação de 5,2 km na rede de distribuição, gerando 270 novas ligações domiciliares.
 
“A operação a partir de um novo sistema, melhor estruturado, reforça a confiabilidade sistêmica e elimina paradas não programadas, relacionadas a problemas ocasionados pela ação do tempo. Isto incide direta e positivamente sobre a qualidade, dando um melhor atendimento aos usuários em Barra do Corda”, afirma o presidente da Caema, Carlos Rogério Araújo.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade