REVISTA TAE - Campanha para descarte adequado de resíduos no esgoto reduz em 50% extravasamentos

Esta notícia já foi visualizada 136 vezes.

Campanha para descarte adequado de resíduos no esgoto reduz em 50% extravasamentos

Data:07/05/2018- Fonte:Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa)

Uma das principais causas de extravasamentos de esgoto é o mau uso da rede coletora pela população, como o ‘velho costume’ de despejar resíduos de óleo de cozinha e restos de alimentos diretamente no ralo da pia de casa. Essa constatação feita pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) é baseada num estudo a partir do grande número de solicitações reincidentes para desobstrução da rede coletora no bairro de Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife. Só em 2017, foram registrados cerca de 280 solicitações nesse bairro. Para promover melhorias no fluxo do esgoto e reduzir a ocorrência de extravasamentos na região, a companhia desenvolveu um projeto-piloto, com ações socioambientais e educativas para sensibilizar a comunidade acerca do uso correto da rede coletora.

Ações que deram certo. O trabalho, realizado no período de fevereiro a março deste ano pela BRK Ambiental, parceira privada da Compesa no Programa Cidade Saneada, já envolveu mais de 220 moradores e conseguiu reduzir em quase 50% o número de chamados para desobstrução de tubulações de esgoto em Brasília Teimosa. A iniciativa mobilizou a comunidade para participar de palestras e receber nas residências visitas de técnicos que ensinaram como destinar corretamente os resíduos gerados pelas atividades domésticas e também a não jogar lixo nas caixas de inspeção e nos poços de visita (local por onde se faz vistorias na rede coletora).

Para alcançar esses resultados, foi estabelecido um cronograma de limpeza simultânea da rede coletora de esgoto das ruas do bairro que apresentavam maior incidência de chamados de desobstrução. Também foi feita a limpeza do lixo retido no gradeamento das estações de bombeamento de esgoto e nos poços úmidos – espaços que recebem as contribuições dos esgotos afluentes para que sejam bombeados. Essa sincronia nos serviços garantiu que o lixo não ficasse retido em nenhum ponto da rede, provocando extravasamentos nas ruas e transtornos para a população. “Esse resultado positivo nos levou a replicar o trabalho em outras localidades da Região Metropolitana do Recife, que também apresentam altos índices de obstrução, resíduos e gordura na rede”, informa a gerente de monitoramento de operação da Compesa, Noélia Lopes.

O trabalho já foi iniciado no bairro de Boa Viagem, no mês de março, com a limpeza de 2,8 mil metros de redes. Depois da ação, caiu de 24 para oito o número de solicitações de desobstrução na rede de esgoto do bairro. Jardim Paulista, no município do Paulista, também está recebendo essas ações e a previsão é já, neste mês, apresentar também uma redução da necessidade de serviços de desobstrução nessa localidade.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade