REVISTA TAE - Argentina Dosivac imprime forte arrancada no Brasil

Esta notícia já foi visualizada 234 vezes.

Argentina Dosivac imprime forte arrancada no Brasil

Data:15/05/2018- Fonte:Assessoria de Imprensa

Tecnologia de ponta, disponibilidade de estoque e assistência técnica darão suporte à produção de cerca de 3 mil bombas neste ano

Mesmo com a atmosfera de stress do ambiente político-econômico do país, a operação da unidade brasileira da empresa argentina Dosivac – do setor de bombas dosadoras, bombas de anel líquido, bombas de vácuo e sopradores – apresentou lucratividade em menos de um ano de atividades. Com este break even, ela põe em marcha uma forte escalada, conquistando um volume de vendas 35% acima da meta projetada para o primeiro quadrimestre de 2018. 

            Com o aporte de R$ 2 milhões em investimentos no parque produtivo de 1.200 m², na cidade de Mauá, no Grande ABC paulista, a subsidiária fabrica localmente bombas dosadoras de diafragma e pistão e bombas de anel líquido, bem como, disponibiliza bombas de vácuo e sopradores tipo Roots.

            “Inauguramos a fábrica em março de 2017 e tivemos um crescimento acima do esperado no exercício. Hoje, a nossa expectativa é avançar 100% em relação ao ano passado”, observa, confiante, a diretora geral Paula Nery. Ela atribui o êxito do negócio e a conquista de 15% do mercado brasileiro de bombas dosadoras, em curto espaço de tempo, ao tripé qualidade, disponibilidade de seis meses de estoque e capacitação da assistência técnica. Otimista, estima que serão industrializadas por volta de 3 mil bombas neste ano.

            Com a expertise adquirida em passagens pelas empresas Nalco, ProMinent e Grundfos, Paula Nery administra, dentre os seus principais desafios à frente da companhia, a formação da equipe e a estruturação física. “Estamos nos posicionando, ganhando musculatura e prospectando frentes nas regiões Sul e Nordeste e nos Estados do Rio de Janeiro e Goiás. Neste processo de transformação, trabalhamos a Dosivac do futuro, buscando catalisadores de aceleração do crescimento e boas oportunidades de gerar valor”, assinala a executiva.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade