REVISTA TAE - Conheça os vencedores do 2º Prêmio Startup Assemae

Esta notícia já foi visualizada 134 vezes.

Conheça os vencedores do 2º Prêmio Startup Assemae

Data:07/06/2018- Fonte:Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento - Assemae

Incentivar e reconhecer projetos inovadores com tecnologias para o setor de saneamento básico. Este foi o objetivo do 2º Prêmio Startup Assemae, realizado de 28 a 30 de maio, em Fortaleza (CE), como parte da programação do 48º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae. O público conheceu os vencedores da premiação na quarta-feira, 30 de maio, após a defesa dos projetos para uma comissão técnica julgadora.

A startup Acqua4life, de Vitória (ES), alcançou o primeiro lugar, com o projeto “Desenvolvimento de supervisório remoto para Estações de Tratamento de Água compactas”. O projeto cria uma plataforma de comunicação, capaz de permitir que o usuário da ETA acompanhe, em tempo real, tudo o que acontece no local, principalmente parâmetros como vazão, pressão, pH, cor, turbidez, cloro residual, nível dos reservatórios e alertas de falhas do sistema.

O segundo lugar ficou com a startup I. Systems, de Campinas (SP), que apresentou o projeto “Eficiência energética em redes de distribuição de água através do gerenciamento de bombas e válvulas hidráulicas”. A solução é composta de um software de controle MPC (Tecnologia de Controle Preditivo) para o monitoramento das bombas e um software de controle fuzzy, que realiza a gestão da pressão na rede. A integração dos dois sistemas mantém a pressão mais uniforme e utiliza menos energia na captação.

De Belém do Pará, a startup Amana Katu foi classificada em terceiro lugar, com o projeto “Universalização do acesso à água na Amazônia por meio de tecnologia sustentável de captação de água da chuva”. O sistema Amana Katu (AK) é inteligente e realiza a captação da água da chuva para o aproveitamento em residências urbanas. O produto reaproveita o resíduo sólido da indústria alimentícia na composição do sistema, agregando maior valor ambiental e ecoinovador.

Segundo o coordenador do Prêmio, Fernando Rossilho, a iniciativa levou para o Congresso da Assemae soluções tecnológicas inovadoras, que podem contribuir para a melhoria dos processos nos serviços públicos de saneamento básico. “Estamos satisfeitos com o resultado, pois tivemos a oportunidade de aproximar as universidades, municípios e empresas de tecnologias, buscando a otimização do setor de saneamento”, acrescenta.

Startups de diferentes regiões do país concorreram ao Prêmio, com projetos sobre os seguintes temas: supervisório remoto para Estações de Tratamento de Água compactas; gestão de recursos hídricos; captação de água da chuva na Amazônia; gerenciamento de bombas e válvulas hidráulicas; biotecnologias sustentáveis para tratamento de águas e efluentes; ferramenta de produção mais limpa; reúso da água do banho; e software com detalhamento do consumo de água na cidade.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade