REVISTA TAE - White Martins implementa sistema de reaproveitamento hídrico

Esta notícia já foi visualizada 292 vezes.

White Martins implementa sistema de reaproveitamento hídrico

Data:11/06/2018- Fonte:www.revistafatorbrasil.com.br

E reduz em 12,2% o consumo de água nas fábricas.

A preocupação com a escassez de água é mundial. Pensando nisso, a White Martins implementou em suas fábricas um plano de gerenciamento de recursos hídricos, com o intuito de diminuir o uso de água na produção e manutenção das unidades. E, nos últimos 12 meses, a empresa alcançou uma economia de 380,3 milhões de litros nas onze plantas inicialmente monitoradas, o que representa uma redução de 12,2% no consumo de água.

Nessa primeira etapa, a companhia priorizou as unidades com maior demanda e as localizadas em regiões em que a escassez de água é maior. O plano prevê ações simples como a verificação e o reparo de vazamentos e a instalação de hidrômetros para medição correta. Além disso, as plantas reutilizam água da chuva e volumes provenientes de processos de condensação, que são direcionados para reaproveitamento na torre de refrigeração, por exemplo. Esses recursos hídricos passam por tratamentos e são aplicados, entre outras funções, para limpeza e refrigeração de equipamentos.

No consumo acumulado, a planta de Capuava (SP) lidera os indicadores, com redução de 34,6% em comparação ao ano passado, o que representa 25,6 milhões de litros de água economizados. Em segundo lugar, a planta de João Monlevade (MG) alcançou uma economia de 27,1%, cerca de 74,5 milhões de litros. Já em relação à economia de água no processo de produção, Volta Redonda reduziu o consumo em 30,66% em relação ao ano anterior; Americana (SP), 26,73%; e João Monlevade (MG), 16,85%. Juntas, as três unidades representam a diminuição de 127,5 milhões de litros.

A expectativa é manter o plano de gerenciamento de recursos hídricos em todas as plantas de alto consumo da América do Sul e que estejam localizadas em região com alto e médio estresse hídrico, de forma a alcançar, até o fim de 2020, uma redução de 1% em relação ao ano-base de 2014. “Assim, preservamos os recursos hídricos e nos mantemos em linha com a missão da White Martins de construir um planeta mais sustentável”, confirma Marcos Gonzalez, diretor de Segurança, Saúde e Meio Ambiente da White Martins.



+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade