REVISTA TAE - Documentário Winding vence Mostra Saneago no Fica

Esta notícia já foi visualizada 185 vezes.

Documentário Winding vence Mostra Saneago no Fica

Data:11/06/2018- Fonte:www.saneago.com.br

Prêmio firma questão da água no centro das discussões do festival.

O documentário Winding, do diretor israelense, Avi Belkin, foi o vencedor da 2ª Mostra Saneago de Filmes Temáticos Sobre Água, no 20º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental. Na noite de sábado (9), o cineteatro São Joaquim foi palco da exibição dos filmes – Baía Urbana (brasileiro, Ricargo Gomes), Winding (israelense, Avi Belkin) e Water Keepers (italiano, Giulio Sqarci) – e na manhã de domingo (10) da premiação.

O documentário, que recebeu o prêmio de R$ 30 mil, aborda a degradação do Rio Yarkon, conhecido como o rio mais poluído e perigoso de Israel. O filme discute o emaranhado entre sociedade, política e natureza, além de contar com raras combinações de materiais de arquivo e entrevistas. 

O presidente da Saneago, Jalles Fontoura, ponderou sobre possibilidades de relacionar a obra com a realidade goiana, “o Yarkon é o nosso Meia Ponte em Goiânia, o nosso Rio Vermelho na Cidade Goiás e tantos rios goianos que, a cada dia mais, precisam de um novo olhar para sua preservação”.

Júri

O júri – composto pelo cineasta Walter Carvalho, pela diretora do Icumam e do Goiânia Mostra Curtas, Maria Abdalla, e pelos professores de cinema da Universidade Estadual de Goiás, Georgia Cynara e Rafael de Almeida – justificou a premiação para Winding por construir de modo poético uma analogia com o tempo, por meio do uso preciso de material de arquivo e da composição visual. 

A respeito da obra vencedora, Rafael Almeida analisou que “acompanha a problemática relacionada a um rio que praticamente morre e hoje vive como uma espécie de natimorto”. Já a respeito das reflexões propostas pela mostra, o pesquisador considerou que “é essencial que as questões que perpassam a água estejam no nosso dia a dia. Isso faz com que, de fato, enquanto cidadãos do mundo, nós reflitamos para o quanto a água é importante e que a discussão permanente possa existir a partir da exibição para o público”.

Geórgia Cynara reforçou a importância do prêmio e a necessidade globalizada de preservação ambiental. “Dentro do cinema considerado ambiental, a gente precisa entender que a água é uma questão urgente. Então, o prêmio ajuda a alertar a população para o que pode ser feito, além de mostrar que é um problema mundial. É uma forma de colocar luz nessa questão ao mesmo tempo que tem presença da linguagem cinematográfica. A partir do cinema, fazer esse alerta. A linguagem e a mensagem são urgentes”.

Fica

A edição deste ano do Fica exibiu 101 filmes, divididos em oito mostras de cinema e também contou com mesas de debate e oficinas temáticas. Durante toda semana de realização do Festival, a Saneago realizou ações de educação ambiental, além da implantação do Programa Olho no Óleo na Cidade de Goiás. 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade