REVISTA TAE - Sanepar participa de encontro internacional de saneamento

Esta notícia já foi visualizada 227 vezes.

Sanepar participa de encontro internacional de saneamento

Data:15/06/2018- Fonte:www.aen.pr.gov.br

A Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) terá uma participação ativa no XIV Sibesa (Simpósio Ítalo-Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental). O evento é promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), em parceria com a ANDIS (Associazione Nazionale di Ingegneria Sanitaria Ambientale), da Itália.

O evento acontece a partir desta segunda-feira (18), em Foz do Iguaçu, no Bourbon Convention e Spa Resort Cataratas, e encerra na quarta-feira (20). Terá como tema central “Saneamento Sustentável, Desafios dos Nossos Tempos” e discutirá, entre outros assuntos, o Marco Legal do Saneamento, a Política Nacional dos Recursos Hídricos, Eficiência Energética, Áreas de Fronteira e de Deslocamento Populacional e Estudos de Caso Sobre Epidemias e Endemias em Regiões Fronteiriças.

A Sanepar terá participação ativa no debate e nos painéis com especialistas de diversas áreas da empresa.

O presidente da ABES Seção Paraná, Luiz Henrique Bucco, traz números para falar sobre a situação do Brasil em relação ao tema central do evento. “Em 2007, a Lei 11.445 (do Saneamento Básico) foi sancionada e neste período o acesso à coleta de esgoto passou de 42% para 50,3%; já o de abastecimento de água passou de 80,9% para 83,3% (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento - SNIS 2015)”, ressalta. Ele lembra que, conforme o Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab) - Ministério das Cidades serão necessários investimentos na ordem de R$ 508 bilhões até 2033 para universalizar os 4 serviços do saneamento (água, esgoto, resíduos e drenagem).

Bucco frisa, ainda, que, no país, apenas 30% das cidades declararam ter Planos Municipais de Saneamento Básico prontos, de acordo com o SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento). “A existência de plano é condição obrigatória para que os serviços de saneamento tenham sua situação legal estabelecida e que seja possível aos municípios e Companhias Estaduais de Saneamento Básico (CESB) a obtenção de recursos financeiros federais”, afirma.

SIBESA – O evento, que ocorre a cada dois anos, alternadamente entre Brasil e Itália, é reconhecido internacionalmente por constituir um espaço privilegiado de transferência de conhecimento, de discussão e debate de questões essenciais para o avanço da Engenharia Sanitária e áreas afins.

O simpósio é voltado a executivos, engenheiros, técnicos, consultores, pesquisadores, acadêmicos, especialistas e estudantes do setor de saneamento e meio ambiente.

O presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza, ressalta a parceria entre brasileiros e italianos. “Esperamos que, ao final deste simpósio, possamos aprender uns com os outros e reunir propostas neste sentido”.

O XIV Sibesa tem apoio da Sanepar, Sabesp, Copasa, Copel, Itaipu Binacional, BRDE e CREA-PR e apoio institucional do INCT ETEs Sustentáveis.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade