REVISTA TAE - Ranking ABES 2018 é ampliado e mostra evolução de associados

Esta notícia já foi visualizada 160 vezes.

Ranking ABES 2018 é ampliado e mostra evolução de associados

Data:18/06/2018- Fonte:Ares PCJ

O Ranking ABES da Universalização do Saneamento deste ano passou a integrar todo o território nacional, a partir de dados de quase 2 mil municípios fornecidos ao SNIS (Sistema Nacional de Informações de Saneamento), incluindo cidades vinculadas à ARES-PCJ que não apareciam na pesquisa de 2017. Além desse aumento, os associados à agência evoluíram no acesso a serviços de saneamento adequados, estando todos ranqueados acima da categoria Primeiros passos para a universalização.


Para avaliar seu desempenho, os municípios são divididos nas categorias Rumo à Universalização, Compromisso com a Universalização, Empenho para a Universalização (incluída em 2018) e Primeiros Passos para a Universalização, a partir do percentual da população que têm acesso aos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, e coleta e destinação adequada de resíduos sólidos. Neste ano, Atibaia e Mogi Guaçu, antes categorizados em Primeiros Passos, passaram a integrar as categorias Empenho e Compromisso, respectivamente.

Dentre os associados à ARES-PCJ, 11 cidades estão na categoria Rumo à Universalização, com destaque para Piracicaba (2º) e Salto (19º), de grande porte, e Jaboticabal (25º) e Cerquilho (27º), de pequeno porte; 13 estão em Compromisso para a Universalização, entre eles Itu (4º) e Rio claro (6º), entre os de grande porte, e Saltinho (22º), Brotas (30º) e Pirassununga (59º) no ranking das cidades de pequeno porte; e 13 cidades em Empenho para a Universalização, com foco em Americana (5º) e Atibaia (45º) para grande porte, além de Santa Rita do Passa Quatro (31º) e Jumirim (54º) que se destacam nas de pequeno porte.

Foram várias as novidades do documento que passou a ser mais completo e extenso, dentre elas o destaque dado às cidades por indicador avaliado. Dentre eles, na adequada destinação de resíduos, 27 dos 57 municípios atendidos pela agência estão na lista das melhores para o segmento, reunindo Brotas, Cerquilho, Corumbataí, Iracemápolis, Itirapina, Jaboticabal, Pedreira, Pirassununga, Saltinho, Santo Antonio de Posse, Porto Feliz, Araraquara, Campinas, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Jundiaí, Leme, Limeira, Mogi Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio Claro, Salto, Santa Bárbara d’Oeste, São Carlos e Sorocaba. 

“A ARES-PCJ vê como positiva a iniciativa de ampliação da pesquisa para atingir municípios de menor porte, que são a maioria no país e dos regulados nesta agência. O ranking é uma ferramenta para avaliação do desempenho dos prestadores de serviços de saneamento, servindo também de parâmetro para realização de benchmarking, para a busca por boas práticas entre os municípios”, afirma o Diretor Geral da agência, Dalto Favero Brochi.

O ranking completo pode ser acessado no site da ABES.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade