REVISTA TAE - Jornada Ambiental aborda a Ética e Políticas Públicas de Gestão de Recursos Naturais

Esta notícia já foi visualizada 160 vezes.

Jornada Ambiental aborda a Ética e Políticas Públicas de Gestão de Recursos Naturais

Data:19/06/2018- Fonte:Companhia de Saneamento de Sergipe – DESO

Uma vasta programação fez parte da Jornada Ambiental, promovida pela Companhia de Saneamento de Sergipe – DESO, através da Gerencia Socioambiental – GESA, na última sexta-feira, dia 15. No auditório central, inúmeros participantes, entre eles, funcionários, acadêmicos da área de Saneamento, Meio Ambiente e Engenharia, além de parceiros que puderam expor seus trabalhos na área externa. Na abertura do evento, após a apresentação do Coral Cantar das Águas, estiveram presentes na composição da mesa: o diretor-presidente, Gabriel Almeida de Campos, Carlos Anderson Pedreira, diretor de Operação e Manutenção – DOM, o diretor de Gestão Corporativa, Haroldo Anderson Déda Filho, Dimas Goes da Silva Filho, diretor de Meio Ambiente e Expansão – DMAE e Ana Cláudia Monteiro, gerente Socioambiental – GESA.

Para Gabriel Almeida de Campos, o momento é oportuno para a troca experiências. "O importante é compartilhar conhecimento e absorver experiências, não só dos funcionários, como dos convidados presentes para que essa relação, não só com o meio ambiente, mas com a sociedade também, seja mais íntima e produtiva, para que possamos somar forças e conhecimento, em prol da defesa do meio ambiente. Parabenizo a todos os envolvidos na organização, cada vez mais estamos nos aperfeiçoando nesse aspecto e desejar a todos que tenham um excelente evento", disse o diretor-presidente.

De acordo com Dimas Goes, a conscientização da população é fator importante para a preservação da água. "A grande importância do seminário realizado são os temas com relação a água. No nosso estado não estamos enfrentando racionamento, mas já tivemos crises hídricas, o que só faz aumentar a importância de preservar os mananciais e rios", disse diretor de Meio Ambiente e Expansão.

Para Ana Cláudia Monteiro, as temáticas abordadas colaboram com o entendimento. "O enfoque dessa Jornada é provocar na sociedade e nos próprios empregados da Companhia a responsabilidade que nós temos, não só de levar a água para o cliente, mas a garantia da água como um direito social. Essas temáticas debatidas hoje vão iluminar o nosso entendimento a cerca do real papel de cada um", ressaltou a gerente.

RODA DE CONVERSA

Um dos mediadores, da Roda de Conversa que abordou a temática "Da regulação à cobrança pelo uso da água: panorama global e a implementação em Sergipe", o Prof. Dr. Inajá Francisco de Sousa, do curso de Engenharia Agronômica e do Mestrado em Recursos Hídricos da UFS, acredita que a população precisa participar mais. "A importância de eventos como esse é a conclamação da participação de todos. A sociedade civil deveria participar de mais discussões como essa, para que os resultados sejam mais favoráveis para a bacia e para o estado. Então a participação da sociedade é fundamental para que possamos ter um ganho real. É a terceira vez que participo desses debates na Deso e a empresa está de parabéns pela iniciativa", disse.

PARTICIPAÇÕES

O evento, que foi realizado ao longo do dia, palestras e rodas de conversas pontuaram a Jornada. "A importância da organização do Meio em que vivemos: compreendendo o Programa dos 5S", que teve como facilitador, Raimundo Santos Moura, líder da Gerência de Tecnologia da Informação e Comunicação – GTIC, a roda de conversa como tema, "A Lei das águas e as Políticas de Gestão dos Recursos Hídricos em Sergipe", que teve como facilitador, Carlos Anderson Pedreira, diretor de Operação e Manutenção, André Luiz Pereira, gestor da Assessoria Jurídica e o mediador, Mário Léo de Oliveira, coordenador de Educação Ambiental.

Na temática "Da regulação à cobrança pelo uso da água: panorama global e a implementação em Sergipe", teve como facilitador, o prof. Kleverton Melo de Carvalho, do Departamento de Administração da Universidade Federal de Sergipe, o prof. Dr. Gregório Faccioli, orientador do mestrado em Recursos Hídricos – PRORH/UFS, e o mediador, prof. Dr. Inajá de Sousa, do curso de Engenharia Agronômica e do Mestrado em Recursos Hídricos da UFS.

Na palestra " Preservação de Mananciais: ações conjuntas dos diversos atores sociais", o facilitador foi Erasmo Gomes, engenheiro ambiental e sanitarista. Já na palestra "Gestão dos recursos hídricos em Sergipe", o facilitador foi o prof. Dr. Luiz Carlos Sousa, coordenador de preservação e revitalização dos mananciais da GEMA. No encerramento, o tema "A lei ambiental e as discussões após 20 anos de sua promulgação", com o facilitador, prof. Dr. Eduardo Lima de Matos, professor adjunto da UFS.

Durante a Jornada, foi assinado um acordo de cooperação entre a DESO e a Cooperativa de Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju – CARE.

 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade