REVISTA TAE - Em Sertânia, Paulo Câmara entrega primeira etapa do Sistema Adutor do Moxotó, que beneficiará 400 mil pessoas

Esta notícia já foi visualizada 146 vezes.

Em Sertânia, Paulo Câmara entrega primeira etapa do Sistema Adutor do Moxotó, que beneficiará 400 mil pessoas

Data:22/06/2018- Fonte:Compesa

Nesta quarta-feira (20.06), depois de realizar e inaugurar ações nos âmbitos da educação e da segurança, em Arcoverde, o governador Paulo Câmara seguiu para Sertânia. No município, ele entregou a primeira etapa do Sistema Adutor do Moxotó, acionando a comporta e liberando água do Açude do Moxotó para a primeira Estação Elevatória. Na ocasião, o governador também autorizou a licitação do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) e a contratação do SAA Rio da Barra, fortalecendo assim a infraestrutura hídrica da cidade. Juntas, as três obras beneficiarão cerca de 430 mil habitantes de diversos municípios da região.

“Estivemos em Sertânia para vistoriar as obras de fornecimento de água e, ao mesmo tempo, anunciar novas intervenções no setor. Temos a certeza de que estamos realizando um trabalho sério, que busca priorizar aquilo que é importante. Não vamos deixar de fazer o que é preciso. Continuaremos investindo os nossos recursos para que a água chegue nas torneiras das casas das pessoas, seja na zona urbana de Sertânia, seja na zona rural. Por isso, quero que vocês tenham certeza de que eu não vou descansar um só minuto até conseguir melhorar, de maneira efetiva, a vida das pessoas”, afirmou o governador Paulo Câmara.

Com um investimento da ordem de R$ 85 milhões, o Sistema Adutor do Moxotó beneficiará cerca de 400 mil habitantes. A estrutura de captação na Barragem do Moxotó, no Eixo Leste da Transposição, compreende 70 km de adutora em tubos de ferro de 600mm de diâmetro, três estações de bombeamento e capacidade de vazão de 450 l/s para sete municípios. O sistema alimentará a Estação de Tratamento de Água de Arcoverde e se interligará aos trechos já construídos da Adutora do Agreste. A obra servirá para o abastecimento de água das cidades de Arcoverde, Pedra, Venturosa, Pesqueira, Alagoinha, Belo Jardim, Sanharó, Tacaimbó, São Caetano e São Bento do Una.

Com o objetivo de captar e transportar um maior volume de água do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco para abastecimento da população de Sertânia, a ampliação do SAA do município receberá um investimento de cerca de R$ 700 mil e deve ser concluída em cinco meses, após a emissão da ordem de início dos serviços. Com a entrega da obra, cerca de 25 mil habitantes serão beneficiados com um acréscimo de 70% de oferta de água em suas residências. Para a realização da obra será feita a ampliação da capacidade do Sistema Produtor Barra, por meio da implantação de nova adutora, com maior diâmetro (250 mm), instalação de uma nova ETA (40 l/s) e implantação de nova estação elevatória.

Já a contratação da execução da obra de implementação do SAA de Rio da Barra, beneficiará 4.100 habitantes, com custo estimado de R$ 6 milhões e prazo para execução de 10 meses após a emissão da ordem de serviço. A implantação prevê uma captação flutuante direta no canal da transposição, com capacidade nominal de 15 l/s, tratamento em ETA de fibra com sistema de dupla filtração, duas estações elevatórias, dois reservatórios com capacidade de 100 m³ cada, 17,4 km de adutora e 13,6 km de rede de distribuição.

Para o presidente da Compesa, Roberto Tavares, essas obras simbolizam o jeito do governador Paulo Câmara de governar Pernambuco. “Esse Sistema Adutor é esforço dos profissionais da Compesa, que estudaram e viram que esse era o melhor caminho. O Sistema levará 450 l/s para abastecer mais de 10 cidades, sendo Arcoverde a porta de todas as águas. Tenho orgulho de trabalhar em um governo que tenha esse tipo de atenção com a população. O compromisso é fazer obras e dar ao povo a segurança de ter recursos hídricos e, assim, melhorar a qualidade de vida. Parabéns, governador, por levar desenvolvimento para o nosso Estado”, comemorou Tavares.

“Quero agradecer ao governador pelo que ele tem feito por Sertânia e a todos os órgãos do Governo, em especial, à Compesa. São R$ 6 milhões para levar água para quatro mil pessoas. Uma obra de custo elevado, mas de uma função social extremamente importante. Vamos contar, agora, com a melhoria no abastecimento que vai levar água potável e de qualidade para as casas em Rio da Barra, Valdemar Siqueira e região”, comemorou o prefeito Ângelo Ferreira.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade