REVISTA TAE - Sabará terá esgoto coletado e tratado pela Copasa

Esta notícia já foi visualizada 93 vezes.

Sabará terá esgoto coletado e tratado pela Copasa

Data:25/06/2018- Fonte:Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa)

A implantação do sistema de esgotamento sanitário é um compromisso da empresa com o município e com o Programa Revitaliza Rio das Velhas

 A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) está executando, desde setembro de 2017, as obras para implantação do sistema de esgoto sanitário em Sabará. Com recursos da ordem de R$ 54 milhões, 3.200 imóveis serão beneficiados com as intervenções,  que tem previsão de conclusão em  janeiro de 2019. 

 O empreendimento prevê a implantação de 36 km de redes coletoras na região central da cidade e nos bairros Ana Lúcia, General Carneiro, Nações Unidas e Nossa Senhora de Fátima. Também serão implantadas redes interceptoras ao longo do rio das Velhas, dos ribeirões Arrudas e Sabará e dos córregos Malheiros e Pangaré – além da construção de quatro elevatórias, para que todo o esgoto gerado e coletado em Sabará seja encaminhado e tratado na Estação de Tratamento de Esgoto - ETE Arrudas, em Belo Horizonte.

 Para o diretor de Operação da Metropolitana, Rômulo Perilli, as intervenções serão fundamentais para a revitalização do rio das Velhas. “Tratar o esgoto de Sabará significa qualidade de vida para a população. É garantir a qualidade e quantidade de água para o abastecimento público na região metropolitana”.

O diretor pediu paciência à população. “As obras hoje trazem transtornos momentâneos, mas irão garantir uma vida inteira de benefícios para a população da cidade e região. Por isso, conto com a compreensão de todos neste período”.

A Copasa e a Prefeitura de Sabará solicitam aos cidadãos que construam seus ramais prediais de acordo com as orientações da cartilha que será entregue pela Prefeitura. Em casos de dúvida, consultem um técnico da Companhia. Posteriormente, solicitem a interligação de seus imóveis ao sistema de esgotamento sanitário.

Revitaliza Rio das Velhas

O programa é um pacto firmado entre o Comitê da Bacia Hidrográfica (CBH) Rio das Velhas, a Copasa, as prefeituras integrantes da bacia e o Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD) e o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), em favor da conservação e revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, um importante afluente do Rio São Francisco.

O objetivo é garantir os múltiplos usos da água e a segurança hídrica nesta bacia, especialmente da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

As obras de Sabará integram as ações de revitalização do Rio das Velhas. Em 2017, a Copasa assinou, juntamente com o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, o termo de adesão ao programa “Revitaliza Rio das Velhas”, se comprometendo a executar, até 2022, intervenções que melhorarão a qualidade da água e reduzirão a poluição com o tratamento do esgoto nas cidades que compõem a bacia do Rio das Velhas com concessão da Companhia. Mais de 4,5 milhões de pessoas dependem e vivem na região que engloba o Rio da Velhas.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade