REVISTA TAE - Início das obras de ampliação da ETE Goiânia é autorizado

Esta notícia já foi visualizada 264 vezes.

Início das obras de ampliação da ETE Goiânia é autorizado

Data:06/07/2018- Fonte:Saneago

Estação receberá tratamento secundário de esgoto, alcançando índice de 90% de remoção de carga orgânica

A Saneago, o Governo de Goiás e o Ministério das Cidades assinaram, na Estação de Tratamento de Esgoto Hélio Seixo de Britto, a autorização para início das obras de implantação do tratamento secundário de esgoto no local. A obra receberá investimentos de cerca de R$ 98 milhões, provenientes do Orçamento Geral da União (OGU), e promoverá a ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Goiânia.

Ao todo, serão construídos seis tanques de aeração, quatro decantadores secundários, duas elevatórias de recirculação e duas centrífugas de adensamento de lodo, além de redes e ligações no Jardim Petrópolis. Com isso, a ETE Hélio Seixo de Britto, que até o momento realiza o tratamento primário quimicamente assistido e atinge aproximadamente 60% de remoção de carga orgânica, poderá alcançar índice de 90%. O sistema que inclui o tratamento secundário é chamado de “tratamento por lodos ativados” e aprimorará ainda mais a eficiência do tratamento do esgoto coletado.

O Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, lembrou que o país vive um grande desafio na área do saneamento e destacou a importância da obra para garantir os avanços da cidade nesse sentido. “Se Goiânia conseguir coletar e tratar de forma universalizada o esgoto, vai ser um grande ganho para a capital, uma representatividade no Brasil”, disse.

Na oportunidade, Alexandre Baldy fez questão de destacar a atuação da Saneago para retomar esta e outras obras relevantes para o Estado, que também tiveram investimentos viabilizados pelo Ministério das Cidades. “Fico muito feliz de poder estar aqui autorizando mais de 80 milhões de reais para que a gente consiga prestigiar, mais uma vez, a saúde pública dos goianos”, completou.

Durante o evento, o Governador José Eliton agradeceu o Ministro Baldy pelo trabalho em favor de Goiás e ressaltou sua atuação para executar outras obras relevantes, como a conclusão do Sistema Corumbá, prevista para setembro. Além disso, também evidenciou a parceria entre o Governo Federal e Estadual: “O Ministro conseguiu auxiliar toda a formatação e o desenho para a liberação desse recurso e a Saneago fez a parte de preparação e de projetos. Nós estamos celebrando ações conjuntas, celebrando a nova política, que tem como foco o interesse público”, explicou.

A superintendente Regional da Caixa Econômica no Estado de Goiás, Marise Fernandes, esclareceu que o papel da Caixa é operacionalizar as políticas públicas do governo, em várias frentes, como nos programas de saneamento e infraestrutura básica. “Nesse momento, nós estamos destravando um contrato de importância fundamental para as águas do Rio Meia Ponte, para as famílias. É um recurso que vai tornar melhor tratado o esgoto das nossas casas”, afirmou.

O Presidente da Saneago, Jalles Fontoura, enfatizou que o objetivo da Companhia é universalizar o atendimento da população com água tratada e esgotamento sanitário o quanto antes. “Esse é um recurso importante e o reinício dessa obra é fundamental, diante do grande debate da água. O nosso compromisso também é enorme com a defesa do meio ambiente”, assegurou.

Participaram do evento, o vice-presidente da Saneago, Daniel Morais; o diretor de Produção, Marco Túlio de Moura; o diretor de Gestão de Obras, Ricardo Correia; a assessora executiva de Expansão da Presidência, Juliana Matos; e demais colaboradores da Companhia. Compareceram ainda o Presidente da Agência Goiana de Municípios e Prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio (representando o ex-governador Marconi Perillo); o Secretário da Secima, Hwaskar Fagundes; o Deputado Estadual Mané de Oliveira; o Reitor da Universidade Federal de Goiás, Edward Madureira; o Secretário de Assuntos Internacionais do Ministério das Cidades, Armando Melo; o Secretário Executivo do Ministério das Cidades, Silvani Pereira; o Chefe de Gabinete do Ministério das Cidades, Danilo Ferreira; o Presidente da Funasa, Rodrigo Dias; vereadores municipais e outros representantes políticos.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade