REVISTA TAE - Investimentos do Depasa superam arrecadação mensal

Esta notícia já foi visualizada 736 vezes.

Investimentos do Depasa superam arrecadação mensal

Data:28/11/2018- Fonte:www.agencia.ac.gov.br

Para que a água chegue às torneiras, boa para o uso e consumo, é realizado um investimento muito alto no tratamento, com um conjunto de procedimentos físicos e químicos que são aplicados para que o líquido fique potável. No entanto, essas imissões não coincidem com o valor arrecadado pelo Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), que enfrenta um elevado índice de inadimplência por parte dos usuários.

Além da inadimplência, o desperdício de água potável é muito grande. Com isso, o dinheiro público está sendo desperdiçado, pois o que é perdido já passou pelo tratamento, tendo recebido produtos químicos bastante caros. A poluição dos rios, cada vez mais frequente, aumenta também esses gastos devido à necessidade de cada vez mais ter de eliminar as substâncias indesejáveis da água.


Obras da ETA I estão em conclusão, além do aumento da rede de água, que passou de 300 quilômetros para mais de 2.300 quilômetros (Foto: Arquivo/ Secom)

De acordo com o diretor-presidente do Depasa, Moisés Diniz, a taxa mínima cobrada referente ao consumo de água é de R$ 17,92, uma das mais baixas da Região Norte. Mesmo assim, é grande o número de inadimplentes, o que afeta todo o sistema de distribuição.

“Todos os meses vivemos o mesmo dilema com as taxas que não são pagas, pois o governo gasta cerca de R$ 2 milhões mensais com produtos que são usados no tratamento, mas a arrecadação é de R$ 2,5 milhões, restando apenas R$ 500 mil para outras ações do órgão”, explicou da água Diniz.

O diretor ressalta ainda que apesar do desafio, o governo honra com a distribuição de água potável para a população, mesmo assim os investimentos não param, pois estamos em conclusão da ETA I, aumentamos a rede de água passou de 300 quilômetros em 2000 para mais de 2.300 quilômetros.

“Estamos negociando com os credores, basta o cidadão procurar o Depasa para fazer um levantamento e verificar a melhor forma de pagamento, pois oferecemos parcelamentos e até descontos, mas, as contas acima de R$ 5 mil, caso o devedor não procurar o órgão, essa poderá ser ajuizada”, finalizou Moises Diniz.

Numa estação de tratamento de água, o processo ocorre em etapas:
Coagulação: quando a água na sua forma natural entra na ETA, ela recebe, nos tanques, uma determina quantidade de sulfato de alumínio. Esta substância serve para aglomerar partículas sólidas que se encontram na água como, por exemplo, a argila.

Floculação: em tanques de concreto com a água em movimento, as partículas sólidas se aglutinam em flocos maiores.

Decantação: em outros tanques, por ação da gravidade, os flocos com as impurezas e partículas ficam depositadas no fundo dos tanques, separando-se da água.

Filtração: a água passa por filtros formados por carvão, areia e pedras de diversos tamanhos. Nesta etapa, as impurezas de tamanho pequeno ficam retidas no filtro.

Desinfecção: é aplicado na água cloro ou ozônio para eliminar microrganismos causadores de doenças.

Fluoretação: é aplicado flúor na água para prevenir a formação de cárie dentária em crianças.

Correção de PH: é aplicada na água certa quantidade de cal hidratada ou carbonato de sódio. Esse procedimento serve para corrigir o PH da água e preservar a rede de encanamentos de distribuição.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade