REVISTA TAE - Premiação do PNQS 2018: “Oscar do Saneamento” contempla as melhores em gestão e apresenta novidade para 2019/2020

Esta notícia já foi visualizada 709 vezes.

Premiação do PNQS 2018: “Oscar do Saneamento” contempla as melhores em gestão e apresenta novidade para 2019/2020

Data:03/12/2018- Fonte:ABES

Suely Melo


O Rio de Janeiro, que se transformou na capital mundial da água, de 26 a 28 de novembro, com a realização pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES do evento internacional Rio Water Week, sediou, no dia 28, a tradicional Cerimônia de Premiação do PNQS – Prêmio Nacional de Qualidade em Saneamento Ciclo 2018, promovida pelo CNQA – Comitê Nacional da Qualidade ABES. Nesta edição, o mais importante premio do saneamento brasileiro, aconteceu simultaneamente à RWW, que reuniu mais de 2 mil participantes, ao longo dos três dias de evento.

A grande novidade do PNQS é que a ABES e a AIDIS – Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental assinaram um protocolo de intenções com o objetivo desenvolver, em 2019, e realizar, em 2020, Prêmio Interamericano de Saneamento. O anúncio foi feito pelo presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza, durante a abertura da cerimônia. O evento, que foi realizada no Espaço Lajedo/RJ, contou com a participação de presidentes de empresas de saneamento e profissionais e especialistas do setor.

Rosana Dias, coordenadora do CNQA – Comitê Nacional da Qualidade ABES, responsável pelo PNQS, abriu a solenidade agradecendo a presença e participação de todos na premiação – em todas as suas categorias IGS, PEOS, Selo dos Fornecedores e As Melhores em Gestão do Saneamento. “Nada disso hoje seria possível se vocês não estivessem aqui. Se vocês não tivessem, como nós da coordenação, a ABES, acreditado nesse modelo, ou seja, no modelo de sucesso que poderia mudar a história do saneamento no Brasil”, destacou. E lembrou que a gestão é algo difícil, que requer muita concentração. “Hoje, coroamos todo o trabalho, às vezes, de dois anos, três anos, um ano, não importa. O que importa é a dedicação, é que chegamos aqui. E as empresas que não foram reconhecidas tiveram um aprendizado muito grande”, frisou

Roberval Tavares de Souza, iniciou a sua fala cumprimentando Rosana Dias e toda a equipe do CNQA pelo trabalho desenvolvido. E destacou que o PNQS, em sua 21ª edição, teve mais de 160 participantes em todas as categorias. “Tenho muito orgulho do trabalho desse ano para toda a equipe da ABES poder avaliar e chegar na noite de hoje aos vencedores. Nem tudo é festa, no papel de água e esgoto em nosso país. A ABES existe para três grandes motivos: discutir política institucional, discutir capacitação técnica de todos os profissionais do saneamento e ajudar as empresas na questão da gestão. E a noite de hoje é a finalização de mais um ciclo de um produto da ABES”, pontuou. O presidente da ABES lembrou que 2018 foi um ano difícil para o saneamento, pois o governo federal de alguma maneira atrapalhou o setor. “Essa discussão sobrea Medida Provisória 844 fez com que o setor precisasse discutir algo que não agrega valor para o saneamento. A ABES acredita muito na união do setor público e privado para solucionar os problemas do país. Essa união com certeza vai caminhar o saneamento para a melhoria que precisamos”, reforçou.

Roberval ainda direcionou um recado especial para todos os profissionais do setor para utilizar o PNQS, o modelo de gestão, como crescimento profissional da carreira de cada um. “É por meio de um modelo como este que nós podemos ter vários exemplos de melhorias nas carreiras dos profissionais de saneamento do nosso país”, ressaltou.



Roberval aproveitou para divulgar uma grande novidade para 2019 e 2020. “Nós assinamos um protocolo de intenções com a AIDIS – Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental e vamos desenvolver, no ano de 2019, o Prêmio Interamericano de Saneamento. E em 2020, vamos ter a primeira edição desse prêmio. Então se preparem, porque nós vamos ter a categoria interamericana para a participação de empresas de saneamento de nosso país”, contou em primeira mão.

Para finalizar, o presidente da ABES agradeceu a presença de todos, além dos patrocinadores e colaboradores, destacando o orgulho diante das presenças. “Saneamento é saúde, qualidade de vida para a população. E hoje é a demonstração inequívoca de que nós conseguimos movimentar o setor e fazer as melhorias que a sociedade espera de nós”

O secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, Ricardo Borsari disse que o momento era de celebração pelas conquistas do saneamento nos últimos anos. “O nosso setor conseguiu, nos últimos quatro, cinco anos, se colocar dentro da agenda política desse país”, salientou. “Quero deixar um forte abraço e parabenizar mais uma vez a ABES pela iniciativa, estou muito contente de poder observar a evolução no nosso setor de saneamento”, reforçou.

A coordenadora do CNQA, Maria Ângela anunciou onde será a próxima missão do PNQS. “Para completar o ciclo do PNQS, nós sempre promovemos uma missão de estudos no exterior. Nesse ano, nós buscamos um país mais próximo do Brasil, mas que tivesse resultados de excelência e exemplos para nos mostrar: o Chile. Pela primeira vez na América do Sul. E a programação está quase pronta, será na primeira semana de maio, provavelmente”, disse.

Foto: Os organizadores da premiação homenagearam a equipe ABES no PNQS: Kátia Bella, Tamara Magdanello e Mariana Tobias.


 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade